12h de Sebring
15/03/2013 01:18

À moda antiga, paddock de Sebring tem equipes instaladas em tendas e provoca nostalgia nos fãs

Lojas e barracas de comida instaladas entre o pit-lane e os boxes deixam fãs muito próximos da ação nas 12 Horas de Sebring
Warm Up, de Sebring
RENAN DO COUTO, de Sebring

Base da força aérea norte-americana na Segunda Guerra Mundial, o aeroporto de Sebring teve parte de sua área convertida em um autódromo no fim da década de 1940. Ainda hoje, mais de 60 anos depois e mesmo com o desenvolvimento do automobilismo, a estrutura continua sendo bem simplória. Sequer existem boxes: todas as equipes ficam instaladas em tendas, lembrando bastante campeonatos de kart.

Tenda da Audi é das mais sofisticadas (Foto: Renan do Couto/Grande Prêmio)

42 carros estão inscritos para as 12 Horas de Sebring, número já elevado. Mas o fim de semana ainda tem outras categorias na pista, demandando ainda mais espaço. Assim, uma longa e antiga reta de pouso situada entre a reta de chegada e a reta oposta fica lotada de tendas - um enorme acampamento.

Essas tendas demonstram o poderio das equipes. Umas são mais simples; outras, bem sofisticadas, como a da Audi, da Corvette, da BMW e da Aston Martin. Na hora de cada sessão de pista, todo o pessoal dos times se desloca dessa área para o pit-lane, onde mais tendas ficam montadas junto ao muro dos boxes.

Equipes montaram suas estruturas em uma antiga pista do aeroporto de Sebring (Foto: Renan do Couto/Grande Prêmio)

O curioso é que, ao contrário do que acontece na maioria dos circuitos, o paddock fica localizado entre as garagens e a pista. Isso deixa os fãs muito próximos da ação.

Em Sebring, todos os ingressos (cujos preços variam entre aproximadamente R$ 140 e R$ 550) dão acesso ao paddock, um estreito e nostálgico corredor que fica atrás do pit-lane. Nele, encontram-se barracas de comida e bebida – das boas – e várias lojinhas de souvenirs relacionados ao automobilismo. Tem de tudo, da ALMS à F1: revistas antigas, atuais, livros, miniaturas aos montes, camisetas, bonés, pôsteres, etc.

Passando por essas atrações, os fãs têm a oportunidade de ter um contato bem próximo com os pilotos, que passam de um lado para o outro o tempo todo – seja caminhando, seja em carrinhos de golfe, meio de transporte mais popular no circuito.

É difícil para quem gosta de automobilismo se conter nas barracas do paddock(Foto: Renan do Couto/Grande Prêmio)

 

A cerveja é liberada (Foto: Renan do Couto/Grande Prêmio)

Grande Prêmio cobre as 12 Horas de Sebring 'in loco' com o repórter Renan do Couto.


Últimas Notícias
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
MotoGP
F1
Stock Car
Superbike
F1
F1
F1
Endurance
F1
Indy
F1
Indy
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook