12h de Sebring
17/03/2013 05:02

Senna lamenta problema em Sebring, mas destaca importância do aprendizado visando 24h de Le Mans

Incidente no começo da corrida em Sebring custou muito tempo para a equipe Aston Martin, que terminou apenas na oitava posição na categoria GT
Warm Up, de Sebring
RENAN DO COUTO, de Sebring

O resultado nas 12 Horas de Sebring não foi dos melhores, mas isso não deixou Bruno Senna para baixo após o término da corrida deste sábado (16). Para ele, o mais importante foi a experiência que pôde adquirir em sua estreia no GT e a preparação da equipe Aston Martin para as 24 Horas de Le Mans, em junho. O carro #97 foi o 23º colocado na classificação geral e o oitavo entre os carros de gran-turismo.

A corrida do brasileiro e de seus companheiros, Darren Turner e Stefan Mücke, foi complicada desde o começo. Na 12ª volta, Turner entrou nos boxes com uma fumaça branca saindo do radiador, devido a um toque. Foram gastos mais de 40 minutos para substituir a peça. Apesar disso, Senna destacou a confiabilidade do Vantage V8.

Bruno Senna fez sua primeira corrida pela Aston Martin neste sábado, em Sebring (Foto: Facebook/Aston Martin)

“A gente está aqui para aprender e nos preparar para as 24 Horas de Le Mans, e acho que hoje foi uma boa oportunidade para isso. O carro está confiável. Foi uma pena o acidente na largada, mas não é um campeonato que a gente tá disputando, então não é um grande problema”, declarou em entrevista ao Grande Prêmio nesta noite.

Além de preparar o carro para as 24 Horas de Le Mans, Bruno preparou a si mesmo, voltando a disputar uma corrida de longa duração após três anos e competindo na escuridão da noite de Sebring. “É complicado porque você não consegue ver quem está vindo atrás de você nos protótipos ou nos GTs, e é muito confuso isso. Toda essa parte do tráfego é, realmente, a mais complicada que tem”, falou o piloto.

Com relação à virose que atrapalhou sua participação nos treinos e quase adiou sua estreia pela Aston Martin, Senna disse que, na hora da corrida, sentiu dificuldades. “Não estava 100%, mas nada que prejudicasse a performance. Era mais o cuidado com não desidratar e com o calor”, minimizou.

A próxima prova de Senna será em 14 de abril, na abertura da temporada 2013 do WEC, as 6 Horas de Silverstone. Nessa semana, ele continua em Sebring para testes particulares da Aston Martin.

O Grande Prêmio cobre ‘in loco’ as 12 Horas de Sebring, etapa da American Le Mans Series, com o repórter Renan do Couto

Últimas Notícias
terça-feira, 17 de janeiro de 2017
Indy
F1
F1
Indy
F-E
F1
F1
World Series
F1
F1
Warm Up
F1
F1
segunda-feira, 16 de janeiro de 2017
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook