Brasileiro de Marcas
18/10/2015 11:50

Carbone passeia e vence corrida 2 do Brasileiro de Marcas na fria manhã de Curitiba. Barrichello abandona

Fabio Carbone comemorou a vitória na corrida que marcou o encerramento da sétima etapa da temporada 2015 do Campeonato Brasileiro de Marcas, completando um fim de semana 100% para a Renault, que emendou duas vitórias em Curitiba. Rubens Barrichello, porém, não teve o que comemorar depois de ter abandonado as duas provas na capital paranaense
Warm Up, de Curitiba
FERNANDO SILVA, de Curitiba
Fabio Carbone despontou como grande nome do fim de semana depois de ter conquistado a pole-position da corrida 1 do fim de semana do Campeonato Brasileiro de Marcas, em Curitiba. Mas o paulista não conseguiu fazer valer a primazia no sábado depois de ter cometido um erro no alinhamento do grid. Punido com um drive-through, Carbone só conseguiu terminar a prova em sétimo. Mas tudo foi diferente neste domingo (18) em que tudo deu certo para o paulista. Fabio, com uma pilotagem perfeita, concluiu no topo do pódio a sétima etapa do campeonato na fria capital paranaense.

Foi a sexta vitória da Renault na temporada, a segunda do fim de semana. A marca francesa viu o triunfo de Gabriel Casagrande no sábado. Mas o paranaense da equipe C2 acabou abandonando a disputa deste domingo depois de acabar se envolvendo em um toque com Rubens Barrichello, que também guia um Renault Fluence, mas da equipe Full Time. Para o experiente piloto, não houve muito o que comemorar no fim de semana, uma vez que Rubens acabou abandonando as duas provas da etapa.

Carbone tomou a ponta do pole Gustavo Martins e não foi mais ameaçado, seguindo firme rumo a uma vitória consagradora neste domingo. Por sua vez, Martins lidou com a pressão do início ao fim: seja da parte de Nonô Figueiredo, Rodrigo Baptista ou Guilherme Salas, o piloto da JLM controlou a situação e levou a bandeira da Honda ao pódio em Curitiba ao terminar em segundo. Guilherme Salas venceu a batalha interna contra o ‘patrão’ Nonô Figueiredo, chefe da equipe Onze Motorsport, e completou o pódio.
Carbone completou com êxito o fim de semana da Renault em Curitiba (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Saiba como foi a corrida 2 do Brasileiro de Marcas em Curitiba

A prova derradeira do fim de semana do Brasileiro de Marcas teve a presença de Gustavo Martins, com um Honda Civic da equipe JLM, na pole-position. O piloto do carro #00, no entanto, acabou sendo superado logo no início da prova pelo Renault Fluence de Fabio Carbone, que assumiu a ponta e abriu vantagem em relação aos adversários.

Mais atrás, outros dois carros da fábrica francesa ficaram pelo caminho. Rubens Barrichello, que buscava uma reação depois de ter abandonado a prova de sábado, e Gabriel Casagrande, vencedor da prova 1 do fim de semana, se encontraram, ficaram na caixa de brita. Barrichello ainda conseguiu voltar à disputa, mas Casagrande encerrou sua participação na prova.
Gabriel Casagrande e Rubens Barrichello se tocaram durante a prova deste domingo (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Assim, considerando a força dos Renault Fluence, Carbone tinha caminho livre para vencer novamente na temporada 2015. Tanto que o experiente piloto abria boa vantagem sobre Martins, que era fortemente atacado por Guilherme Salas, este com um Chevrolet Cruze, na briga pelo segundo lugar.

Bravamente, Martins conseguia se sustentar em segundo, mas era nítido que o ritmo de Martins era mais lento, tanto que outros pilotos também se aproximavam: Nonô Figueiredo, Rodrigo Baptista e até mesmo Daniel Kaefer.

Na abertura da nona volta, nada menos que três carros se colocaram lado a lado: Salas, Nonô e Baptista. Levou a melhor o piloto mais experiente. Salas acabou passando reto na entrada do ‘S’ de Curitiba, Figueiredo assumiu o terceiro lugar e trouxe consigo Baptista, com Salas caindo para quinto. Mas todos eles pressionavam Martins, que parecia não ter mais condições de se segurar.
Gustavo Martins fez ótima corrida e segurou a pressão de oponentes como Guilherme Salas (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Aí foi a vez de Baptista dar o bote em Nonô e, aproveitando um vacilo do experiente piloto, conseguiu fazer a ultrapassagem e assumiu o segundo lugar com seu Toyota Corolla. Figueiredo também acabou sendo superado por Salas e caiu para quinto, seguido por Kaefer. Vitor Meira, líder do campeonato, acompanhava tudo de ‘camarote’ em sétimo lugar.

Lá na frente, Carbone dava sequência ao seu passeio dominical sem ser ameaçado por ninguém na fria Curitiba. Com a vitória quase garantida, era só questão de administrar a confortável vantagem para voltar ao topo do pódio no Brasileiro de Marcas.

Valente, Martins não só contrariou as expectativas e se segurou em segundo lugar, como também conseguiu abrir uma certa folga perante seus adversários. Baptista vinha em terceiro, escoltado por Salas e Nonô. Enquanto isso, Barrichello recolhia de volta para os boxes quando era o 11º colocado e, em seguida, deixou a prova.
Fabio Carbone aproveitou o melhor ritmo do Renault Fluence para ganhar neste domingo (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Nas últimas voltas, porém, Baptista voltou a apertar Martins na briga pelo segundo lugar. No duelo entre Honda e Toyota, melhor para o Civic de Gustavo, que novamente se segurou bem na ponta. Baptista acabou sendo ultrapassado pelos Chevrolet Cruze de Salas e Nonô Figueiredo. E quando tentava retomar a posição de Nonô, Baptista tocou na última curva no carro #11 e levou a pior, ficando na caixa de brita e abandonando a corrida.

Carbone cruzou a linha de chegada na frente completando com êxito o domingo em Curitiba. Martins coroou uma grande corrida ao terminar em segundo lugar, resistindo até o fim à pressão imposta pelos seus adversários. Salas ainda terminou em terceiro, seguido pelo ‘patrão’ Nonô e por Kaefer.
Fabio Carbone comemorou sua segunda vitória na temproada 2015 do Brasileiro de Marcas (Foto: Fabio Davini/Vicar)
Com o desfecho da prova deste domingo, Meira segue líder do campeonato, com 190 pontos, enquanto Martins aparece em segundo, com 163. Nonô vem em terceiro com apenas um ponto atrás de Gustavo, enquanto Vicente Orige vem na sequência, com 161. Agora a categoria faz uma pausa de quase dois meses e volta a se reunir para a oitava e última etapa da temporada 2015, em 13 de setembro, marcada para Interlagos, em São Paulo.

Últimas Notícias
domingo, 25 de junho de 2017
F1
sábado, 24 de junho de 2017
Indy
Indy
Nascar
Indy
Indy
MotoGP
F1
Indy
F1
World Series
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook