Brasileiro de Marcas
25/09/2016 11:58

Marques aproveita grid invertido e leva Toyota à vitória no Brasileiro de Marcas em Londrina. Nonô vira líder

As características do traçado de Londrina decidiram os rumos da corrida deste domingo (25). O circuito, bastante travado e com poucos pontos de ultrapassagem, favoreceu o pole Thiago Marques, que liderou de ponta a ponta a prova, marcada por um forte acidente de Carlos Souza na penúltima volta. Nonô Figueiredo, segundo colocado, assumiu a liderança da temporada
Warm Up, de Londrina
FERNANDO SILVA, de Londrina

O fim de semana do Brasileiro de Marcas começou com o domínio da Renault, teve a vitória da Honda na corrida 1 e se encerrou com a Toyota no topo do pódio em Londrina, palco da sexta e antepenúltima etapa do calendário. Na manhã deste domingo (25), Thiago Marques, piloto da Riachuelo/RZ, largou na pole-position em razão de ter chegado em oitavo lugar na corrida 1. O paranaense, irmão do ex-piloto da F1 e Indy Tarso Marques, fez jus ao número #1 do seu Toyota Corolla, aproveitou as características travadas da pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna e liderou de ponta a ponta, alcançando sua segunda vitória na temporada 2016. 
 
A luta pelo título do Brasileiro de Marcas em 2016 esquentou pra valer. Os quatro primeiros colocados são separados por apenas 11 pontos. A rodada de Londrina foi amplamente favorável a Nonô Figueiredo. Neste domingo, o veterano piloto, que corre pela sua própria equipe, a Onze, terminou a prova em segundo lugar com seu Chevrolet Cruze e, de quebra, assumiu a ponta da tabela de pontos. Agora, Nonô soma 169 pontos, restando quatro corridas para o fim do campeonato.
Marques manteve a liderança após a largada e rumou para a vitória na 'Capital do Café' (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
A vice-liderança do campeonato está dividida entre dois pilotos: Vicente Orige, da JLM Honda, e o próprio Marques, que ganhou novo fôlego para lutar pelo título depois de vencer em Londrina. Ambos estão com 163 pontos. Quem levou o maior prejuízo nesta etapa foi Gustavo Martins. De líder, o também piloto da Honda caiu para o quarto lugar. 
 
Martins somou apenas oito pontos neste fim de semana e agora tem 158 no total. Gabriel Casagrande teve uma jornada bem favorável em Londrina, somando 34 pontos. Assim, o paranaense também se coloca entre os postulantes ao título do Brasileiro de Marcas e soma 156.
 
Daniel Kaefer, companheiro de equipe de Martins e Orige na JLM Honda, completou o pódio em Londrina, seguido pelos Renault Fluence de Guilherme Salas e Gabriel Casagrande. Orige acabou a prova apenas em sétimo lugar, enquanto, para Martins, restou apenas o 12º lugar. O piloto, então líder do campeonato, correu com um lastro de performance de 60 kg em seu Civic, o que fez toda a diferença no fim de semana em um circuito travado como o de Londrina.
 

A corrida acabou sendo encerrada sob bandeira amarela, com o safety-car na pista em razão de um forte acidente com o vencedor do último sábado, Carlos Souza. Seu Honda Civic ficou destruído após o impacto na barreira de pneus. Contudo, o piloto escapou sem maiores problemas, restando apenas as avarias no carro.
 
A penúltima etapa da temporada 2016 do Brasileiro de Marcas vai ser realizada daqui a quase dois meses no novo Circuito dos Cristais, em Curvelo, Minas Gerais, entre os dias 19 e 20 de novembro.
PADDOCK GP #47 DISCUTE F1, FINAL DA INDY E FALA SOBRE ALEX ZANARDI



Últimas Notícias
domingo, 19 de novembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Marcas
Stock Car
Stock Car
Endurance
Rali
Nascar
Brasileiro de Turismo
Motociclismo
Endurance
F3
Motociclismo
Stock Car
F1
Galerias de Imagens
Facebook