Brasileiro de Marcas
04/06/2016 20:34

Salas lidera de ponta a ponta, sacramenta domínio e vence corrida 1 do Brasileiro de Marcas em Santa Cruz do Sul

Guilherme Salas largou na pole-position e, mesmo depois da intervenção do safety-car em razão do abandono de Luiz Razia, jamais chegou a ser ameaçado e conseguiu alcançar uma grande vitória em Santa Cruz do Sul, levando a Renault novamente ao topo do pódio no Brasileiro de Marcas, somando 23 pontos. Gustavo Martins segue líder do campeonato
Warm Up, de Santa Cruz do Sul
FERNANDO SILVA, de Santa Cruz do Sul

A estrela de Guilherme Salas brilhou no frio entardecer em Santa Cruz do Sul. O piloto da Greco não deu chances a ninguém e jamais foi ameaçado. Depois de ter largado na pole neste sábado (4), o jovem de Jundiaí liderou de ponta a ponta todas as 17 voltas e cruzou a linha de chegada na frente na corrida 1, somando 23 pontos na classificação do campeonato e alcançando a vice-liderança.
 
Vicente Orige, que largou em segundo, pouco pode fazer em termos de luta pela vitória. Ainda assim, o segundo lugar foi um bom resultado para o piloto, que levou a Honda ao pódio e, de quebra, resistiu à pressão do seu companheiro de equipe, Gustavo Martins. Gabriel Casagrande, de Renault Fluence, segurou o quarto lugar e terminou à frente do Honda Civic de Daniel Kaefer.
 
Carlos Souza, outro piloto com Honda Civic, foi o sexto, à frente do Renault Fluence de William Starostik e do Chevrolet Cruze do oitavo colocado, Nonô Figueiredo. O veterano piloto, graças ao resultado deste sábado, vai largar na pole-position na manhã deste domingo.
 
Na classificação do campeonato, Martins segue líder e agora soma 89 pontos, enquanto Gabriel Casagrande subiu para segundo, com 74, mesmo número de Thiago Marques. Vicente Orige tem 69, com Daniel Kaefer somando 64 e Nonô Figueiredo dez pontos atrás. A terceira rodada dupla do Brasileiro de Marcas se encerra na manhã deste domingo, com a largada da corrida 2 prevista para 10h10.
Salas recebe a bandeirada e vence a corrida 1 do Brasileiro de Marcas em Santa Cruz do Sul (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Saiba como foi a corrida 1 do Brasileiro de Marcas em Santa Cruz do Sul
 
Salas tomou a liderança e abriu vantagem sem problemas, sendo seguido por Vicente Orige e Gustavo Martins. Foi uma largada livre de problemas, com todos os pilotos escapando ilesos nas primeiras curvas de Santa Cruz do Sul. Casagrande aparecia em quarto, seguido por Razia e Thiago Marques.
 
Mas o paranaense enfrentava problemas com seu Toyota Corolla #1 e ficava para trás. Quem também tinha problemas era Razia, companheiro de equipe de Marques. O baiano de Barreiras ficou com seu Corolla #33 parado na pista, e isso forçou a entrada do safety-car. De certa forma, a falha no Toyota de Razia atrapalhou Salas, que já tinha aberto boa vantagem para Orige e Gustavo Martins.
 
A relargada foi autorizada na quarta volta, e Salas tratou de novamente tentar abrir vantagem na disputa pela vitória contra Orige e Martins, que vinham logo atrás. No pelotão intermediário, Renan Guerra e Fabio Carbone disputavam posição e se enroscavam na pista, enquanto Marco Romanini teve de cumprir drive-through por ter queimado a largada. Carbone acabou sendo advertido pela direção de prova.
Com Salas, a Renault liderou de ponta a ponta a corrida deste sábado (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Sem ter nada com isso, Salas dominava em Santa Cruz do Sul. Com 16ºC de temperatura do asfalto, os pilotos tinham de enfrentar a falta de aderência dos pneus em razão da pista bastante fria no entardecer no interior gaúcho. Mas nem isso parecia deter o paulista, que seguia firme com seu Renault Fluence em busca da vitória neste sábado.
 

Com sete voltas completadas, Salas tinha 2s8 de frente para Orige, que se segurava em segundo e estava à frente de Martins. Em quarto, Casagrande acelerava seu Renault Fluence e buscava abrir vantagem para Carlos Souza, em quinto, e Daniel Kaefer, em sexto, os dois seguintes de Honda Civic.
 
Chamava a atenção a disputa entre dois Chevrolet Cruze. Nonô Figueiredo e Renan Guerra chegaram a se tocar, mas seguiam na pista, com o experiente piloto ex-Stock Car se mantendo em nono, atrás de William Starostik.
 
Lá na frente, enquanto Salas reinava soberano, Orige tinha dificuldades para segurar os ataques de Martins, que brigava pelo segundo lugar para pontuar bem e se manter na liderança do campeonato.
 
A luta no pelotão intermediário seguia acirrada. Fabio Carbone tinha problemas com seu Renault Fluence e perdeu muitas posições, abandonando a disputa. Assim, Nonô assumiu o oitavo lugar, que lhe daria a pole-position da corrida 2, no domingo.
Pódio da corrida 1 do Brasileiro de Marcas em Santa Cruz do Sul (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Salas, por sua vez, partiu rumo à vitória em Santa Cruz do Sul. Confirmando o domínio exercido no treino classificatório, o piloto de Jundiaí não deu chances e levou o Renault Fluence da equipe Greco ao topo do pódio, com a Honda completando a festa com Orige e Martins. Festa, sobretudo, da marca francesa no frio de Santa Cruz do Sul.
 
PADDOCK GP #31 DEBATE F1, INDY E NASCAR



Últimas Notícias
quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Indy
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
MotoGP
Shell
Galerias de Imagens
Facebook