Brasileiro de Turismo
11/12/2016 10:46

Bicampeão, Campos fica “um pouco bravo” com corrida final conturbada e diz: “Não caiu a ficha que foi assim de novo”

Márcio Campos se sagrou bicampeão do Brasileiro de Turismo em Interlagos. O gaúcho teve muitos problemas com falta de bateria, mas chegou ainda em oitavo e bateu o companheiro Gabriel Robe
Warm Up, de Interlagos
GABRIEL CURTY, de Interlagos
Márcio Campos teve uma corrida extremamente conturbada. Assim como em 2015, o gaúcho enfrentou uma série de problemas na prova final em Interlagos mas, mesmo assim, se sagrou campeão, chegando em oitavo. A correia do alternador do piloto da Motortech quebrou e ficou sem bateria, o que fez Márcio começar a virar mais lento a cada volta neste domingo (11).
 
A primeira reação do gaúcho foi de frustração por novamente fechar a temporada de forma tão complicada. Campos admitiu que pensava ter perdido o campeonato quando começou a ficar lento.
 
"Infelizmente aconteceu de novo. Ano passado também foi assim. Ainda estou um pouco bravo porque a gente não merecia ter esse resultado. A equipe não merecia perder esse campeonato de jeito nenhum pelo que a gente fez esse ano. Lá dentro do carro eu estava muito irritado, pensava que tinha perdido o título", disse ao GRANDE PRÊMIO.
 
Márcio confessou logo depois da prova que ainda não tinha assimilado que buscou o título quase que da mesma forma que em 2015.
Márcio Campos é o grande campeão do Brasileiro de Turismo (Foto: Duda Bairros)
"Até agora eu não absorvi que ganhei de novo desse jeito. Estou feliz por dar esse campeonato à equipe, aos mecânicos... a ficha ainda não caiu, nem sei descrever bem o que eu estou sentindo agora", comentou.
 
Campos contou que imaginou que venceria a prova nos primeiros momentos, quando estava atrás apenas de Pietro Rimbano. O gaúcho elogiou ainda a equipe pelo trabalho para minimizar a deficiência que o carro apresentava.
 
"Na primeira volta eu não tive problema, inclusive eu vi que iria ganhar a corrida. O Rimbano estava errando, não estava bem. Ali pensei que era só me proteger de quem vinha atrás porque tinha carro para ganhar, então era aproveitar a melhor chance e passar o Rimbano. A gente fez tudo que tinha de fazer depois do problema, foi aos boxes quando viu que não iria perder a oitava posição e aí a equipe ajeitou isso", completou.
Últimas Notícias
quarta-feira, 29 de março de 2017
MotoGP
F1
F2
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Stock Car
Indy
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook