Brasileiro de Turismo
11/09/2016 11:46

Em Interlagos, Rimbano vence pela primeira vez no Brasileiro de Turismo. Temporada tem empate triplo na liderança

A primeira vitória de Pietro Rimbano no Brasileiro de Turismo saiu. Na corrida 2 da categoria em Interlagos, o piloto da Cimed largou bem e deu uma sorte danada com a bandeira amarela, parando antes de Lukas Moraes e fugindo do ataque do rival da RR
Warm Up, de Interlagos
GABRIEL CURTY, de Interlagos

Pietro Rimbano desencantou no Brasileiro de Turismo. Neste domingo (11), o jovem piloto da Cimed largou bem, superou Gabriel Robe ainda no início da corrida e não saiu mais da ponta. Contando com a sorte ao parar antes de Lukas Moraes em bandeira amarela, Rimbano ainda se livrou das ameaças do rival, que fez corrida excepcional para sair de último para o pódio, em terceiro.

O segundo lugar ficou com Marcio Campos, que foi o outro piloto a parar na mesma hora que Rimbano. O gaúcho, que terminou em segundo lugar a corrida do último sábado, conquistou um resultado fundamental para o campeonato e embolou completamente a tabela de pontos. Agora, Campos, Robe e Edson Coelho — que venceu no sábado, mas sequer largou neste domingo por conta de quebra no câmbio — aparecem com 122 pontos. Cozzi tem 113 e Rimbano foi para 110.

Marco Cozzi venceu a disputa pelo quarto lugar com Dennis Dirani e Luca Milani, que fechou um bom fim de semana de estreia com o sexto lugar. Gustavo Myasava veio mais atrás, em sétimo. Guto Matiazzi foi oitavo, enquanto Raphael Reis chegou em nono. 

Confira como foi a corrida 2 do Brasileiro de Turismo:
Pietro Rimbano venceu a corrida 2 do Brasileiro de Turismo (Foto: Fábio Davini)
A largada do Brasileiro de Turismo aconteceu às 8h13 (em Brasília). Pole, Adibe Marques não saiu bem e logo caiu para o terceiro lugar, atrás do líder do campeonato Gabriel Robe e de seu companheiro de Cimed Pietro Rimbano. Edson Coelho, que venceu ontem, sequer largou com problemas no câmbio.
 
Marco Cozzi vinha na quarta colocação, puxando com ele o atual campeão da categoria Marcio Campos. Incrível era a saída de Lukas Moraes, que rapidamente foi de último para sétimo, logo atrás de Luca Milani. 
 
Enquanto Robe tentava fugir na frente e Adibe se segurava em terceiro, Moraes continuava crescendo na corrida e fazia linda ultrapassagem em cima de Milani na abertura da volta 3.
 
No início da quarta volta, Rimbano colou em Robe e começou a forçar para cima do líder. Mais para trás, Campos parecia preso pelo ritmo de Cozzi e já via Moraes crescendo no retrovisor.
 
A corrida fantástica de recuperação de Moraes seguia firme e o paulista não perdia tempo para tirar o gaúcho Campos da frente, assumindo o quinto posto. Abrindo a volta 6, Rimbano voltou a apertar Robe e conseguiu tomar o primeiro lugar com uma bela manobra.
 
No giro seguinte, Moraes também superava Cozzi, enquanto Milani ganhava a sexta colocação de Campos. Gustavo Frigotto, em oitavo, começava a se aproximar do grupo. Foi aí que a sorte sorriu muito para Moraes e companhia. Robe e Adibe se enroscaram, foram para o muro e trouxeram o carro de segurança para a pista.

Então, Rimbano foi aos boxes junto com Campos. Moraes e o restante pararam na sequência, já com a bandeira verde voltando.

Pouco depois das paradas, a roda traseira esquerda de Frigotto se soltou e, obviamente, o piloto perdeu o controle do carro e abandonou a disputa. Na frente, Rimbano e Campos tinham um caminhão de vantagem para o restante com a parada feita antes.

Rimbano tinha larga vantagem para Campos, enquanto Moraes também fugia bem em terceiro. A briga esquentava pelo quarto lugar, com Cozzi tentando segurar Dirani e Milani. O piloto da Cimed apenas controu a vantagem até o fim, assim como Campos. Moraes fechou a grande exibição em terceiro, seguido por Cozzi e Dirani.
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC



Últimas Notícias
domingo, 25 de junho de 2017
F1
sábado, 24 de junho de 2017
Indy
Indy
Nascar
Indy
Indy
MotoGP
F1
Indy
F1
World Series
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook