Brasileiro de Turismo
11/09/2016 11:46

Em Interlagos, Rimbano vence pela primeira vez no Brasileiro de Turismo. Temporada tem empate triplo na liderança

A primeira vitória de Pietro Rimbano no Brasileiro de Turismo saiu. Na corrida 2 da categoria em Interlagos, o piloto da Cimed largou bem e deu uma sorte danada com a bandeira amarela, parando antes de Lukas Moraes e fugindo do ataque do rival da RR
Warm Up, de Interlagos
GABRIEL CURTY, de Interlagos

Pietro Rimbano desencantou no Brasileiro de Turismo. Neste domingo (11), o jovem piloto da Cimed largou bem, superou Gabriel Robe ainda no início da corrida e não saiu mais da ponta. Contando com a sorte ao parar antes de Lukas Moraes em bandeira amarela, Rimbano ainda se livrou das ameaças do rival, que fez corrida excepcional para sair de último para o pódio, em terceiro.

O segundo lugar ficou com Marcio Campos, que foi o outro piloto a parar na mesma hora que Rimbano. O gaúcho, que terminou em segundo lugar a corrida do último sábado, conquistou um resultado fundamental para o campeonato e embolou completamente a tabela de pontos. Agora, Campos, Robe e Edson Coelho — que venceu no sábado, mas sequer largou neste domingo por conta de quebra no câmbio — aparecem com 122 pontos. Cozzi tem 113 e Rimbano foi para 110.

Marco Cozzi venceu a disputa pelo quarto lugar com Dennis Dirani e Luca Milani, que fechou um bom fim de semana de estreia com o sexto lugar. Gustavo Myasava veio mais atrás, em sétimo. Guto Matiazzi foi oitavo, enquanto Raphael Reis chegou em nono. 

Confira como foi a corrida 2 do Brasileiro de Turismo:
Pietro Rimbano venceu a corrida 2 do Brasileiro de Turismo (Foto: Fábio Davini)
A largada do Brasileiro de Turismo aconteceu às 8h13 (em Brasília). Pole, Adibe Marques não saiu bem e logo caiu para o terceiro lugar, atrás do líder do campeonato Gabriel Robe e de seu companheiro de Cimed Pietro Rimbano. Edson Coelho, que venceu ontem, sequer largou com problemas no câmbio.
 
Marco Cozzi vinha na quarta colocação, puxando com ele o atual campeão da categoria Marcio Campos. Incrível era a saída de Lukas Moraes, que rapidamente foi de último para sétimo, logo atrás de Luca Milani. 
 
Enquanto Robe tentava fugir na frente e Adibe se segurava em terceiro, Moraes continuava crescendo na corrida e fazia linda ultrapassagem em cima de Milani na abertura da volta 3.
 
No início da quarta volta, Rimbano colou em Robe e começou a forçar para cima do líder. Mais para trás, Campos parecia preso pelo ritmo de Cozzi e já via Moraes crescendo no retrovisor.
 
A corrida fantástica de recuperação de Moraes seguia firme e o paulista não perdia tempo para tirar o gaúcho Campos da frente, assumindo o quinto posto. Abrindo a volta 6, Rimbano voltou a apertar Robe e conseguiu tomar o primeiro lugar com uma bela manobra.
 
No giro seguinte, Moraes também superava Cozzi, enquanto Milani ganhava a sexta colocação de Campos. Gustavo Frigotto, em oitavo, começava a se aproximar do grupo. Foi aí que a sorte sorriu muito para Moraes e companhia. Robe e Adibe se enroscaram, foram para o muro e trouxeram o carro de segurança para a pista.

Então, Rimbano foi aos boxes junto com Campos. Moraes e o restante pararam na sequência, já com a bandeira verde voltando.

Pouco depois das paradas, a roda traseira esquerda de Frigotto se soltou e, obviamente, o piloto perdeu o controle do carro e abandonou a disputa. Na frente, Rimbano e Campos tinham um caminhão de vantagem para o restante com a parada feita antes.

Rimbano tinha larga vantagem para Campos, enquanto Moraes também fugia bem em terceiro. A briga esquentava pelo quarto lugar, com Cozzi tentando segurar Dirani e Milani. O piloto da Cimed apenas controu a vantagem até o fim, assim como Campos. Moraes fechou a grande exibição em terceiro, seguido por Cozzi e Dirani.
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC



Últimas Notícias
quinta-feira, 23 de novembro de 2017
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook