DTM
04/02/2016 14:53

BMW promove mudanças em três das quatro equipes para temporada 2016 do DTM. Farfus vira piloto da MTEK

Desde quando fez sua estreia no DTM, em 2012, Augusto Farfus defendeu o Team RBM. Mas nesta temporada, o curitibano vai correr pela MTEK e vai ter como companheiro de equipe o experiente canadense Bruno Spengler. A BMW promoveu mudanças em três das suas quatro equipes na categoria, mantendo a dupla de pilotos apenas na Schnitzer
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
Ainda em 2015, a BMW anunciou a permanência dos seus oito pilotos para a temporada 2016 do DTM. Assim, Augusto Farfus, Tom Blomqvist, Marco Wittmann, Maxime Martin, Bruno Spengler, Timo Glock, António Félix da Costa e Martin Tomczyk já estavam assegurados no grid do Campeonato Alemão de Turismo. Contudo, a montadora bávara optou por mudar as duplas de pilotos de três das suas quatro equipes no certame. Desta forma, pela primeira vez desde 2012, quando estreou no DTM, Augusto Farfus vai defender uma equipe que não seja a RBM. Em 2016, o curitibano vai correr pela MTEK e terá como companheiro de equipe o canadense Bruno Spengler.
 
Vai ser uma mudança bastante significativa para Farfus, que defende a RBM desde os tempos de WTCC, correndo sob o comando do belga Bart Mampaey. Durante todo o período, o brasileiro alcançou sua melhor temporada em 2013, quando foi vice-campeão do DTM, sendo superado apenas por Mike Rockenfeller, da Audi.
Desde 2012 defendendo o Team RBM no DTM, Augusto Farfus agora vai correr pela MTEK (Foto: BMW)
Em sua conta no Facebook, Farfus falou sobre a mudança de equipe para 2016: “Ano novo, nova equipe! Feliz em anunciar que em 2016 vou estar na equipe MTEK. Um grande ano pela frente nos espera!!! Sucesso!!! Gostaria também de agradecer a RBM por todos esses anos de trabalho e sucesso que tivemos juntos”, destacou o piloto.
 
A dança das cadeiras nas equipes da BMW no DTM não parou em Farfus. O brasileiro vai ocupar a vaga que foi de Timo Glock em 2015. O alemão, contudo, vai se transferir para a RMG para ser companheiro de equipe do compatriota Marco Wittmann. Já no Team RBM, Tom Blomqvist permanece para sua segunda temporada na categoria, mas desta vez vai contar com a companhia do experiente piloto belga Maxime Martin.
 
A única equipe da BMW que não contou com mudanças em seu rol de pilotos foi a Schnitzer, que manteve António Félix da Costa e Martin Tomczyk para 2016.
 
Jens Marquardt, diretor esportivo da BMW, afirmou que as mudanças adotadas vão servir para injetar uma nova motivação em seus pilotos. “Nossa filosofia tem sido sempre a de criar novos impulsos variando sistematicamente nossas duplas de pilotos em nossos quatro times do DTM e, portanto, tirar o máximo possível de proveito do nosso pacote global”, afirmou o dirigente.
 
“Nós tivemos experiências muito boas nesse sentido. Por isso, estamos confiantes de que vamos alcançar novamente o sucesso com as mudanças para a temporada que está por vir”, finalizou.
 
A temporada 2016 do DTM tem início previsto para os dias 7 e 8 de maio, com a disputa da primeira rodada dupla da temporada, agendada para o tradicional circuito de Hockenheim.
 
VEJA A EDIÇÃO #15 DO PADDOCK GP, COM LUCAS DI GRASSI




Últimas Notícias
quarta-feira, 16 de agosto de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
Stock Car
Stock Car
Indy
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook