DTM
17/07/2016 13:58

Green se defende de Wickens e parte para vitória na corrida 2 do DTM em Zandvoort. 13º, Farfus não pontua

Jamie Green estava sendo ameaçado por Robert Wickens – até o canadense sofrer um furo de pneu e ficar para trás. A primeira vitória de Green no ano serve para entrar de vez na briga pelo título, se aproximando do líder Marco Wittmann
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
A segunda corrida do DTM em Zandvoort, realizada neste domingo (17), voltou a ter um vencedor partindo da pole. A corrida de Jamie Green, todavia, não foi tão simples assim: Robert Wickens, maioria ameaça na briga pela vitória, passou as primeira voltas colado em Green, mas sem concretizar uma ultrapassagem.
 
Green só foi conseguir alguma margem na hora de ultrapassar retardatários. Enquanto isso, Wickens sofria um furo de pneu e se via relegado ao 16º lugar. Gary Paffett herdou o segundo lugar, enquanto Edoardo Mortara completava o pódio.
 
Os problemas de Wickens acabaram sendo o principal trunfo de Green. Após o azar alheio, Jamie se viu com quase 10s de vantagem para a concorrência. A primeira vitória de 2016 já era uma certeza.
Jamie Green (Foto: DTM)
Mais atrás, Augusto Farfus voltou a ser coadjuvante. O brasileiro não foi além da 13ª colocação, encaixando a sexta corrida seguida sem pontos.
 
A corrida teve consequências positivas e negativas para Marco Wittmann, líder do campeonato. Quarto, o alemão via em Wickens sua maior ameaça na briga pelo topo da tabela. Mas agora Green é o novo vice-líder, e apenas sete pontos atrás. Até mesmo Mortara, cheio de altos e baixos, parece capaz de ganhar força na briga pela taça, estando dez tentos atrás de Wittmann.
PADDOCK GP #37 ABORDA FIM DE SEMANA INTENSO NO ESPORTE A MOTOR



Últimas Notícias
quarta-feira, 20 de setembro de 2017
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Seletiva BR
F1
Indy
F1
F-E
F1
F1
F1
Indy
Copa Grande Prêmio
Galerias de Imagens
Facebook