DTM
07/05/2016 14:50

Mortara toma ponta na largada e abre temporada do DTM com vitória em corrida cheia de toques em Hockenheim

Edoardo Mortara não se meteu em qualquer um dos muitos problemas que apareceram na abertura da temporada 2016 do DTM neste sábado (7). As batidas foram várias, as confusões também estiveram aos montes, mas o italiano fugiu a partir do momento em que tomou a ponta. Farfus foi o 14º colocado
Warm Up
PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro

A temporada 2016 do DTM começou neste sábado (7). E foi, digamos, confusa. Uma sequência impressionante de batidas nos primeiros oito minutos de corrida mandou toda a pista para o ritmo de bandeira amarela 'full course' - ou seja, sem corrida de fato. E assim ficou por um bom tempo. No fim, entre desastrados e batidos, salvou-se Edoardo Mortara.

As batidas se acumularam sobretudo nas primeiras voltas - o suficiente para que a corrida fosse parada por vários giros. E os chefões ficaram nervosos, como a declaração de Hans-Jürgen Abt ao final da prova deixou claro: "isso é uma corrida, não um rodeio". E isso porque foi um piloto dele que venceu a prova. Mas a reunião antes da etapa do domingo será provavelmente bastante complicada.

Mortara foi dono absoluto do certame. Largou em segundo, mas mergulhou para deixar Nico Müller para trás ali mesmo. A passada no companheiro foi o suficiente para o italiano desaparecer. Jamais foi incomodado, especialmente porque Müller teve de se preocupar com que vinha atrás. Robert Wickens o passou e quebrou a dobradinha, mas nem almejou vencer a corrida.
Edoardo Mortara (Foto: DTM)
Paul Di Resta, Christian Vietoris, Bruno Spengler, António Félix da Costa, Maxime Martin, Mattias Ekström e Miguel Molina encerraram o top-10. Augusto Farfus viveu as desventuras de largar no meio do pelotão. Um toque na largada o fez rodar e cair, mas a recuperação, embora não tenha sido brilhante, o levou ao 14º lugar vencendo um pega divertido com Jamie Green - que viveu um péssimo dia.

Confira como foi a corrida:

Sol no céu e dia de almanaque em Hockenheim para a abertura da temporada 2016 do DTM. Mas a tranquilidade do dia acabou tão logo a bandeira verde foi acionada. Isso porque os três primeiros colocados fizeram a curva 1 por fora, evitando toques, mas lá atrás não teve jeito. Timo Scheider foi tocado, ficou com o carro todo danificado e saiu reclamando no rádio. Augusto Farfus também se deu mal e rodou para cair para o fim da fila.
 
Edoardo Mortara tomou a ponta que era de Nico Müller rapidamente. O suí seguia na segunda colocação, seguido por Robert Wickens, Paul Di Resta, Marco Wittmann Bruno Spengler, Mattias Ekström e Gary Paffett. Os toques aos montes mandaram não apenas Scheider so pit-lane, mas também o estreante Esteban Ocon e Adrien Tambay. Jamie Green, que vinha no top-5, espalhou para todos os lados e saiu da pista de lado. Também voltou de lado.
 
Na briga pela quinta colocação, Rockenfeller fez de Nascar, enganchou na traseira e empurrou Wittmann, que foi fora da pista. Mike voltou para o quinto lugar, enquanto Wittmann caiu para o décimo. Mas na quarta volta, de nada adiantou, Rockenfeller teve se abandonar a corrida por uma quebra na suspensão. Na frente, Wickens colocava a Mercedes no segundo lugar ao passar Müller.
Augusto Farfus (Foto: DTM)
A batida entre Timo Glock e Daniel Juncadella foi a gota d'água. Os dois se encontraram e foram embora na brita completamente danificados. A bandeira amarela 'full course' foi chamada para apaziguar os ânimos (e recuperar os carros batidos).
 
Na frete, em verde, Mortara sumia. Um pouco mais atrás, Vietoris passava Di Resta para assumir a quarta colocação. E Paffett, que crescera na corrida, se metia numa bela briga. Primeiro tanto Ekström quanto António Félix da Costa passaram. Na sequência, com AFC deixando o sueco para trás, Paffett e Ekström trocaram posições duas vezes. Paffett poderia continuar mais tempo, mas um toque em Lucas Auer acabou o atrapalhando, e Ekström ficou com o oitavo posto geral.
 
Corrida extremamente problemática de Green, que depois de ir embora da pista passou gente em bandeira amarela e foi punido. Na briga pela 14ª colocação, uma freada travada e Farfus mergulhou com gosto e passou até com facilidade.
 
A prova que chegou a parecer boa para Paffett, cada vez mais caia em desgraça. Na 18ª volta, Gary perdeu o lugar no top-10 ao ser ultrapassado numa freada tardia de Miguel Molina no hairpin.
 
A movimentação da largada - ou as confusões da largada - não seguiram até o final daquela forma, mas o líder, sim. Mortara ganhou com folga, sem jamais ter sido ameaçado, com Wickens e Müller completando o pódio. Di Resta, Vietoris, Spengler, Félix da Costa, Maxime Martin, Ekström e Molina ficaram com as posições do top-10.

DTM, Hockenheim, Corrida 1:

1 EDOARDO MORTARA ITA Audi Abt 42:11.606 25 voltas
2 ROBERT WICKENS CAN Mercedes HWA +1.657  
3 NICO MÜLLER SUI Audi Abt +4.454  
4 PAUL DI RESTA ESC Mercedes HWA +8.818  
5 CHRISTIAN VIETORIS ALE Mercedes Mücke +10.192  
6 BRUNO SPENGLER CAN BMW MTEK +20.097  
7 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR BMW Schnitzer +30.882  
8 MAXIME MARTIN BEL BMW RBM +41.360  
9 MATTIAS EKSTRÖM SUE Audi Abt +46.455  
10 MIGUEL MOLINA ESP Abt Audi +47.198  
11 GARY PAFFETT ING Mercedes ART +52.832  
12 MARTIN TOMCZYK ALE BMW Schnitzer +55.137  
13 TOM BLOMQVIST ING BMW RBM +55.530  
14 AUGUSTO FARFUS BRA BMW MTEK +1:08.466  
15 JAMIE GREEN ING Audi Rosberg +1:09.184  
16 MARCO WITTMANN ALE BMW RMG +1:10.496  
17 LUCAS AUER AUT Mercedes ART +5 voltas  
18 TIMO GLOCK ALE BMW MTEK   NC
19 TIMO SCHEIDER ALE Audi Phoenix   NC
20 ESTEBAN OCON FRA Mercedes ART   NC
21 MAXIMILIAN GÖTZ ALE Mercedes HWA   NC
22 MIKE ROCKENFELLER ALE Audi Phoenix   NC
23 DANIEL JUNCADELLA ESP Mercedes HWA   NC
24 ADRIEN TAMBAY FRA Audi Rosberg   NC

 
PADDOCK GP #27 RELEMBRA COBERTURA DA MORTE DE AYRTON SENNA



Últimas Notícias
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
MotoGP
F1
Stock Car
Superbike
F1
F1
F1
Endurance
F1
Indy
F1
Indy
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook