Endurance
23/06/2016 09:33

Após análise na sede na Alemanha, Toyota enfim identifica defeito técnico que custou vitória nas 24 Horas de Le Mans

A Toyota enfim identificou a falha que lhe tirou a vitória das mãos nas 24 Horas de Le Mans. A marca ainda segue investigando o problema, mas revelou que o contratempo seu deu um por “defeito técnico na linha de ar entre o turbo e o intercooler”. Kazuki Nakajima pilotava o carro #5 quando parou a seis minutos do fim
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

A Toyota finalmente identificou o problema que custou a vitória nas 24 Horas de Le Mans, corrida que foi disputada no último domingo (19). A falha técnica que resultou em uma perda repentina de potência quando Kazuki Nakajima conduzia o TS050 #5 na penúltima volta foi atribuída a um "defeito na linha de ar entre o turbo e o intercooler", segundo o relatório publicado pela marca japonesa.
 
"O carro #5 sofreu um defeito técnico em um conector na linha de ar entre o turbo e o intercooler, causando uma perda de controle do turbo. A equipe tentou modificar as configurações de controle para restaurar a potência, e isso deu certo, o que permitiu ao piloto concluir a volta final. No entanto, isso foi demasiado tarde para completar o giro dentro dos seis minutos necessários", afirmou o comunicado do time nipônico, nesta quinta-feira (23).
 
Por isso, carro, que era pilotado também por Anthony Davidson e Sébastien Buemi, além do japonês, acabou fora da classificação, apesar de ter completado o mesmo número de voltas da Porsche, que acabou faturando a vitória. 
Nakajima é carregado após descer do carro (Foto: Getty Images)

Em primeiro momento, ainda na pista, a Toyota não conseguiu encontrar a causa para a falha, que foi identificada mesmo após o retorno dos carros à sede da equipe, na Alemanha, na última terça-feira. 
 
A análise vai seguir para determinar a raiz do problema, mas a marca enfatizou que o dano não está relacionado com os contratempos de motor enfrentados pelo time durante as 6 Horas de Spa-Francorchamps, corrida que aconteceu em maio, também dentro da temporada do Mundial de Endurance.
 
"Neste momento, ainda não está claro o que exatamente provocou a falha, por isso investigações mais abrangentes vão seguir em andamento para determinar a razão exata do problema com objetivo de estabelecer contramedidas para evitar qualquer repetição no futuro", concluiu a nota.
 
O Toyota #5 ocupava a liderança da prova em Le Mans com mais de um minuto de diferença para o Porsche #2, quando apresentou o problema e parou na pista. Por conta da falha, Neel Jani, Marc Lieb e Romain Dumas acabaram faturando o triunfo para a marca alemã.
PADDOCK GP #34 ENTREVISTA CHRISTIAN FITTIPALDI E FALA SOBRE LE MANS E F1


Últimas Notícias
quinta-feira, 27 de abril de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Indy
F1
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook