Endurance
19/10/2016 13:02

Com Massa e Montoya no mercado, Porsche diz que substituto de Webber não precisa ter mesmo patamar

A vaga aberta na Porsche com o anúncio da aposentadoria de Mark Webber ao final do ano se tornou o maior motivo de especulação envolvendo sobretudo os veteranos pilotos que estão com futuro indefinido para a temporada 2017, como Felipe Massa e Juan Pablo Montoya. Mas o chefe da Porsche, Andreas Seidl, avisa: não está procurando piloto por nome
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

A Porsche vai sofrer algumas meses de forte especulação até decidir quem será o substituto de Mark Webber em 2017. O campeão mundial do WEC em 2015 anunciou aposentadoria no final da temporada e abriu não apenas uma vaga na equipe da fábrica alemã, mas a vaga do grande nome. Para o substituir, porém, a Porsche garante: não está necessariamente à procura de outro grande nome. Felipe Massa e Juan Pablo Montoya tem sido especulados.
 
A afirmação foi feita pelo chefe do projeto na Porsche na classe LMP1 do WEC, Andreas Seidl. E não foi um caso de completa negação de que a equipe pode contar com um dos importantes pilotos do cenário internacional que estão disponíveis para 2017, mas um aviso de que eles devem se encaixar em certas condições para terem uma chance. 
 
"Primeiro de tudo, desempenho, sempre importante, porque não ajuda em nada se colocarmos no cockpit alguém que é um nome importante mas não tem o desempenho necessário. Com Mark, tivemos o bônus de tê-lo em alto nível e ser um nome importante. Tivemos o mesmo com Nico Hülkenberg. Não é uma obrigação ser um grande nome, mas se tiver um rápido o bastante, que seja comprometido e se encaixe no projeto, por que não?", argumentou ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
 
Seidl também destacou os dois pilotos que venceram as 24 Horas de Le Mans no temporário terceiro carro da equipe em 2015 ao lado de Nico Hülkenberg, Earl Bamber e Nick Tandy, que guiam para a Porsche em seu programa de GT no SportsCar Championship, nos Estados Unidos.
Quem será o companheiro de Timo Bernhard e Brendon Hartley em 2017? (Foto: Porsche)
"Claro que há muito interesse em guiar para a Porsche, mas nós tomamos a decisão sobre a escolha de pilotos apenas após a temporada. Temos o luxo de ter dois vencedores de Le Mans em nossa escalação do GT, e esses caras são obviamente dois dos favoritos, ainda que eu não queira destacar um", afirmou.
 
"Vimos com as decisões que tomamos nos últimos anos - analisar a temporada e depois tomar a decisão - que isso dá muito certo. Acho que parte do nosso sucesso definitivamente tem sido a estabilidade que temos em nosso alinhamento de pilotos, então faremos o mesmo. Não vou apontar nenhum nome específico agora", afirmou.
 
A temporada 2016 do WEC ainda tem mais duas etapas: vai a Xangai e Sakhir nos dias 6 e 19 de novembro.

Últimas Notícias
sábado, 19 de agosto de 2017
Indy
Seletiva BR
Indy
F3
Rali
Indy
Indy
Nascar
Indy
F3
F3
DTM
Indy
Superbike
F1
Galerias de Imagens
Facebook