Endurance
04/02/2017 17:36

De contrato assinado para correr de LMP1 no WEC, Kubica justifica escolha: “Queria o mais próximo possível da F1”

Robert Kubica precisou abandonar a F1 no início de 2011, consequência de um grave acidente de rali na Itália. Hoje, seis anos depois, o polonês se volta para o Mundial de Endurance com a expectativa de reencontrar uma paixão antiga
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
 

Robert Kubica tomou uma decisão importante nesta semana: na quinta-feira (4), o polonês foi anunciado como piloto da ByKolles na classe LMP1 do Mundial de Endurance. São os carros mais rápidos da categoria, apesar de se tratar de uma inscrição privada. É um grande desafio, mas que faz sentido na cabeça de um piloto que quer matar a saudade da F1.
 
Kubica destacou que, após anos competindo no Mundial de Rali, sentiu falta da pilotagem encontrada na F1, onde competiu entre 2006 e 2010. No início de 2011, um acidente de rali na Itália resultou em lesões severas nos braços, impedindo um retorno à maior categoria do automobilismo.
 
“Depois da minha fase no rali, queria algo que fosse o mais próximo possível da F1. E isso é exatamente o que encontrei no LMP1”, apontou Kubica. “Quando o WEC acabou ano passado dei minhas primeiras voltas ao volante do CLM P1/01. Me senti confortável no carro e em seguida consegui melhorar meu ritmo regularmente”, seguiu.
 
Além da familiaridade com o carro – os LMP1 tem potência e dirigibilidade semelhante à dos carros de F1 – Kubica, também comemora o calendário. “O WEC passa por várias pistas que conheço da F1, a exceção é Le Mans”, disse.
Robert Kubica, agora comprometido com o Mundial de Endurance (Foto: Divulgação)
Mas é claro que, apesar de qualquer semelhança, 2017 será um ano de readaptação para Kubica. Ao longo do ano, o polonês espera por melhores apresentações, consequência também de uma esperada evolução na ByKolles.
 
“Com mais experiência, tenho certeza de que vou melhorar meu ritmo. Mal posso esperar pelo prólogo em Monza e a abertura do campeonato em Silverstone. A ByKolles é uma equipe muito profissional que vai seguir melhorando o carro ao longo da temporada”, avaliou.
 
Kubica é o único piloto confirmado em seu trio. Ainda não existe previsão de quando a ByKolles deve apresentar os dois colegas do polonês.


Últimas Notícias
segunda-feira, 23 de outubro de 2017
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Nascar
F1
F1
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook