Endurance
19/12/2016 06:22

Em prova marcada por incêndio em carro nos boxes, protótipo MCR vence 36ª edição das 12 Horas de Tarumã

O protótipo MCR Lamborghini #18 da Mottin Racing, guiado por Fernando Poeta, Anderson Toso, Pedro Queirolo, Marcelo Sant’Anna, Henrique Assunção e Fernando Fortes chegou à vitória na 36ª edição das 12 Horas de Tarumã, uma das mais tradicionais provas do endurance brasileiro. Entre tantos acontecimentos, a prova também foi marcada por um incêndio com outra Lamborghini nos boxes
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
A 36ª edição das 12 Horas de Tarumã, encerrada no último domingo (18), teve a vitória do protótipo MCR Lamborghini #18 da Mottin Racing. Ao longo da prova, o bólido foi guiado por Fernando Poeta, Anderson Toso, Pedro Queirolo, Marcelo Sant’Anna, Henrique Assunção e Fernando Fortes, que conquistaram o triunfo naquela que é uma das principais provas do endurance nacional. A jornada do MCR #18 foi perfeita, sem maiores problemas do início ao fim da corrida para vencer com folga a prova.
 
Por outro lado, outro Lamborghini da Mottin Racing, o #31, enfrentou problemas durante o reabastecimento nos boxes em Tarumã e pegou fogo, causando um grande susto a todos que acompanhavam a disputa naquele momento, quando a corrida estava na sua sétima hora, ainda no período noturno. Mas a equipe ainda conseguiu realizar os reparos e colocou novamente o bólido na pista, fazendo-o terminar em quinto colocado na classificação geral.
Festa da Mottin Racing no pódio da 36ª edição das 12 Horas de Tarumã (Foto: Mottin Racing/Facebook)
A grande batalha na pista ficou por conta do duelo entre o MCR #18 contra o Tornado de Cali Crestani e Francisco Stédile, a grande surpresa do dia. Com um protótipo da classe P2 empurrado por um motor Suzuki Hayabusa de moto, o carro conseguiu encarar de igual para igual o MCR Lamborghini e liderava a prova, mas enfrentou um problema na junta homocinética, que queimou no começo da 11ª hora. 
 
Os mecânicos conseguiram realizar o reparo e colocaram o bólido de volta à pista. No fim das contas, o Tornado de Crestani e Stédile chegou em terceiro lugar, mas com muito heroísmo.
 
O MCR #18 venceu com 547 voltas completadas nas 12 Horas de Tarumã, quatro à frente do conjunto que cruzou a linha de chegada em segundo, o MC Tubarão VIII de Rodrigo Bacher, Marcelo Vianna, Júlio Martini e Franco Pasquale, que venceram na classe P3. 
 
Jorge e Rui Machado, com um BMW M3, triunfaram na classe GT e cruzaram a linha de chegada em nono lugar no geral. Na classe Turismo, Daniel Elias e Carlos Belleza venceram com um Volkswagen Gol da Paline Racing.
 


Últimas Notícias
terça-feira, 17 de outubro de 2017
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
Seletiva BR
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook