Endurance
05/11/2016 07:56

Hartley/Webber se recupera de tempo cancelado e coloca Porsche #1 na frente em Xangai. Manor é pole na LMP2

Brendon Hartley passou por apuros, mas conseguiu se recuperar com uma segunda passagem no Porsche #1 e, junto de Mark Webber, colocou o trio campeão mundial - que também tem Timo Bernhard na pole em Xangai. A Manor, com Alex Lynn e Matt Rao, faturou sua primeira pole na classe LMP2
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

O começo de temporada lento fez com que o trio #1 ficasse com chances mínimas de título mundial, mas no pós-Le Mans o Porsche de Mark Webber, Brendon Hartley e Timo Bernhard tem sido imparável. Na madrugada deste sábado (5), em Xangai, o trio conseguiu cravar a pole-position da etapa de Xangai, penúltima do ano.
 
E houve até um drama pela o trio, que teve Hartley e Webber na pista. Isso porque Brendon tinha a pole provisória ao anotar 1min44s747, as teve seu tempo apagado por conta de uma violação nos limites da pista. Webber, então, assumiu e foi um tanto mais veloz - 1min44s618 -, mas Hartley ainda teve uma chance final de pegar o #1 e cravar 1min44s307 e uma média de 1min44s462 para os dois.
 
"Me disseram que eu tinha no máximo uma volta para usar potência total sem cometer um erro. Consegui aproveitar minha chance, e Brendon completou o trabalho quando voltou ao carro", disse Mark.
 
O trio da Porsche escapou com apenas 0s060 de vantagem para o #5 da Toyota, representado por Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima. Já o trio #8 da Audi, o de Lucas Di Grassi, foi guiado por Oliver Jarvis e Loïc Duval e vai largar na terceira colocação.
O Porsche #1 é pole (Foto: WEC)
Assim como Hartley, Jarvis também precisou de uma segunda chance para fazer sua volta mais rápida. Acaba sendo um dia mais amargo do que pareceria - que um segundo lugar no grid indica - para Buemi, que terminou a primeira rodada de voltas com o tempo mais rápido.

Marc Lieb, do Porsche #2, o líder do Campeonato Mundial de Endurance, também teve problemas na primeira volta. Coube a Neel Jani carregar a parceria para o sexto lugar. Na frente deles, o Toyota de Mike Conway e Stéphane Sarrazin e o Audi de Benoît Tréluyer e Marcel Fässler.
Primeira pole da Manor na LMP2 (Foto: WEC)
Na classe LMP2, a Manor ficou com a primeira pole desde que chegou ao WEC, ao fim do ano passado. Alex Lynn e Matt Rao foram os responsáveis pelo feito. Lynn, que anda sendo rejeitado nas categorias de monopostos, fez o segundo tempo mais rápido do dia, atrás apenas de Bruno Senna. Como o grid se organiza por média de tempos entre dois pilotos do carro, porém, Bruno, da RGR, vai largar apenas na quinta colocação na classe.

"Foi uma pena, porque o carro estava muito bom. Infelizmente, o Ricardo González rodou na primeira volta com pneus novos e não pôde se recuperar. Mesmo com os pneus usados e dando apenas três voltas, ainda consegui ser o mais veloz", falou Senna.
 
A Ganassi dominou novamente na GTE-Pro e vai largar com as duas posições frontais. Andy Priaulx e Harry Tincknell na primeira pole da temporada, Stefan Mücke e Olivier Pla no segundo posto. Já a Aston Martin, com Pedro Lamy e Paul Dalla Lana, conquistou a pole na GTE Am.


Últimas Notícias
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
MotoGP
F1
Stock Car
Superbike
F1
F1
F1
Endurance
F1
Indy
F1
Indy
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook