Endurance
02/11/2016 11:20

Negri permanece na Michael Shank e passa a correr com modelo da Acura na classe GTD em 2017 no IMSA SportsCar

Oswaldo Negri segue na Michael Shank Racing, onde corre desde 2004, mas agora vai para a classe GTD correr com o modelo NSX GT3 da Acura. Além dele, a ex-Indy e F-E Katherine Legge e os norte-americanos Jeff Segal e Andy Lally também estão no projeto na MSR
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

Oswaldo Negri vai permanecer na equipe de Michael Shank para a temporada 2017 do IMSA SportsCar Championship, mas agora sob um novo guarda-chuva. A equipe troca de braços da Honda e deixa de utilizar os modelos Ligier para se voltar ao NSX GT3 da Acura, trocando também a classe P2 pela GTD.
 
A Acura, braço de carros de luxo da Honda, terá, além de Negri, a inglesa Katherine Legge e os norte-americanos Andy Lally e Jeff Segal. O piloto brasileiro já fez um teste com o novo carro, equipado por um motor V6 turbo de 3,5 L. Agora Negri aguarda a estreia, nas 24 Horas de Daytona, no próximo mês de janeiro.
 
"Até o ano passado a Michael Shank Racing fazia parte do programa da Honda com o protótipo Ligier JS P2. Foi muito legal porque trabalhamos forte no desenvolvimento e conseguimos vitórias importantes para a marca", disse.
Oswaldo Negri Jr. (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Eu acho que isso nos credenciou para que a Acura nos convidasse para o seu programa de endurance, agora com o NSX GT3. O carro é ótimo, tem um potencial de desenvolvimento maravilhoso e tenho certeza que será um ano bem produtivo", seguiu.
 
Negri está na Michael Shank Racing desde 2004 e por lá já venceu as 24 Horas de Daytona na P2 em 2012. Ele terminou a temporada 2016 com  a quarta colocação do IMSA SportsCar, vencendo duas etapas: Laguna Seca e Road Atlanta.

Últimas Notícias
domingo, 30 de abril de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook