F-E
03/04/2017 11:30

BMW confirma interesse e anuncia entrada na F-E como equipe de fábrica a partir da temporada 2018/19

A BMW está de chegada à F-E como equipe de fábrica. Depois de Renault, Citroën e Audi, a marca de Munique é mais uma gigante da indústria automotiva que entra na categoria dos bólidos elétricos como equipe de fábrica. Hoje parceira da Andretti, a BMW irá ingressar na categoria no segundo semestre de 2018, quinta temporada da F-E
Warm Up
PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro

Os planos não eram segredo, mas o momento do anúncio, sim. Na manhã desta segunda-feira (3) a BMW anunciou que irá competir como equipe de fábrica na F-E a partir do segundo semestre de 2018, na quinta temporada da categoria dos bólidos elétricos. A marca alemã, parceira do campeonato em outras frentes desde o começo, se torna mais uma das gigantes da indústria automotiva a ingressar a valer na parte competitiva da F-E. O registro oficial já foi referendado pela FIA.
 
A movimentação foi indicada pela primeira vez no ano passado, quando a BMW se aproximou para uma parceria tecnológica com a Andretti. O contrato de duas temporadas abria a porta para que a BMW chegasse ao quinto ano da F-E, quando abririam vagas para novas equipes, com conhecimento de como funciona a operação esportiva e pronta para colocar seus carros na pista.
 
O anúncio foi feito pela BMW por meio de comunicado oficial com declaração do diretor-esportivo da marca de Munique, Jens Marquadt. A partir de 2018, o time ocupará uma das duas vagas para novas escuderias que a categoria abriu - não se trata de englobar a hoje parceira Andretti.
 
"Desde a temporada inaugural, a F-E desfrutou do rápido desenvolvimento da agora considerada uma categoria de alto nível. A BMW i contribuiu ativamente como Veículo Parceiro Oficial desde o começo e deixou sua marca no campeonato. Outras fábricas fizeram o mesmo. Todo mundo envolvido está deliciado em estar neste lado esportivo e tecnológico que representa a F-E", disse. 
O carro conceito da F-E (Foto: Divulgação)
"O planejamento está ativo para competirmos como equipe de fábrica na quinta temporada. Isso precisava de nosso registro como construtora, o que foi completado no período exigido", encerrou.
 
A quinta temporada terá grandes mudanças como, por exemplo, um novo chassi e novas baterias, produzidas pela McLaren Applied Technologies. O que significa que não haverá mais necessidade de trocar carros no meio das corridas, algo que foi usado para criticar a F-E no passado - pela própria BMW.
 
Que a BMW produziria um trem de força para a quinta temporada, já era sabido, visto confirmação prévia da FIA. Agora como construtora, se junta a Renault, DS Citroën, Audi e Jaguar, bem como a outra rival alemã, Mercedes, que deve ingressar na sexta temporada do certame.

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA



Últimas Notícias
quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Indy
Truck
F1
Rali
MotoGP
F-E
Indy
Indy
F1
Indy
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Galerias de Imagens
Facebook