F-E
04/10/2016 07:39

De olho no avanço da tecnologia, Mercedes assina acordo e garante vaga no grid da F-E na temporada 2018/2019

A F-E anunciou nesta terça-feira (4) um acordo que dá à Mercedes a opção de entrar na categoria na quinta temporada. 2018/2019 também vai marcar a introdução de uma mudança no regulamento da categoria dos carros elétricos
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
A F-E anunciou nesta terça-feira (4) um acordo com a Mercedes que dá à fábrica de Brackley a opção de entrar na série dos carros elétricos na quinta temporada do certame.
 
Pelo acordo, a Mercedes pode escolher ser uma das no máximo 12 entradas que serão apresentadas pelo promotor da categoria para a FIA (Federação Internacional da Automobilismo) para a temporada 2018/2019.
Mercedes pode ser a próxima montadora no grid da F-E (Foto: Getty Images)
Além da meta de aumentar o número de entradas na F-E — o que depende da aprovação da FIA —, a quinta temporada também marcará uma grande mudança na categoria, já que o atual formato de dois carros por piloto será substituído por um único bólido para cada competidor.
 

“Nós estamos muito felizes em confirmar que reservamos uma das nossas duas novas entradas na quinta temporada para a MGP”, disse Alejandro Agag, diretor-executivo da F-E. “A F-E quer se tornar uma plataforma onde fábricas de carros podem testar e desenvolver tecnologias que vão introduzir em seus veículos de rua. Ter a chance de incluir uma marca como a Mercedes no nosso campeonato no futuro seria um grande impulso para atingir esse objetivo”, ressaltou. 
 
“A F-E está se tornando uma empolgante mistura de fábricas consolidadas como Renault, Citroën-DS, Audi, Mahindra ou Jaguar, e novas marcas futuristas como Faraday Future e NextEV, ou tipos como grandes fabricantes de componentes, como Schaeffler e ZF”, destacou. “A Mercedes seria uma grande adição a este crescente line-up”, concluiu.
 
Chefe da Mercedes, Toto Wolff afirmou que a marca de Brackley acompanha com interesse o crescimento da F-E e está de olho em todas as oportunidades do esporte a motor.
 
“Nós temos acompanhado o crescimento da F-E com muito interesse”, contou Wolff. “No momento, nós estamos olhando para todas as opções disponíveis no futuro do esporte a motor, e estamos muito felizes com um acordo que nos garante a oportunidade de entrar na categoria na quinta temporada”, seguiu.
 
“A eletrificação terá um papel de destaque no future da indústria automotiva — as corridas sempre foram uma plataforma para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia para a indústria, e isso vai tornar a F-E muito relevante no futuro”, concluiu.
PADDOCK GP #48 RECEBE DENNIS DIRANI E DISCUTE MOTOGP, STOCK CAR E F1



Últimas Notícias
quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Indy
Truck
F1
Rali
MotoGP
F-E
Indy
Indy
F1
Indy
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Galerias de Imagens
Facebook