F-E
07/01/2017 07:50

Di Grassi abre trabalhos em 2017 com disputa de corrida virtual milionária da F-E em Las Vegas

O primeiro evento da F-E neste novo ano não vai acontecer nas pistas, mas sim na tela do computador. O Vegas eRace, disputa no simulador envolvendo os 20 pilotos do grid da categoria dos carros elétricos, além de dez gamers convidados especialmente para a prova, cada um deles integrando uma das dez equipes do certame, vão participar de um desafio que vai distribuir um total de US$ 1 milhão em premiação
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
Com seu caráter inovador, a F-E começa seus trabalhos em 2017 de uma forma totalmente diferente. Nada de carros na pista — estes só vão acelerar em fevereiro durante o eP de Buenos Aires. Desta vez, os 20 pilotos do grid da categoria dos carros elétricos vão participar de um desafio milionário, uma corrida virtual de simulador, que vai compreender também a participação de dez gamers selecionados pela organização do evento. A disputa vai acontecer às 22h (horário de Brasília) deste sábado no Hotel The Venetian, palco da CES 2017, maior feira de eletrônicos e tecnologia do mundo, em Las Vegas, Nevada, Estados Unidos.
 
Não é uma corrida de simulador qualquer. Ainda mais quando há um prêmio total de US$ 1 milhão (R$ 3,22 mi) em jogo, sendo que o vencedor vai levar US$ 200 mil (R$ 644 mil). A premiação vai abranger todos os 30 colocados, distribuindo ainda US$ 25 mil (R$ 80,5 mil) ao dono da pole-position e US$ 10 mil (R$ 32,2 mil) ao autor da melhor volta.
Lucas Di Grassi vai disputar uma milionária corrida de simulador em Las Vegas neste sábado (Foto: Audi Sport)
Lucas Di Grassi se mostrou empolgado com o novo desafio. O brasileiro volta a Las Vegas, onde esteve antes mesmo da estreia da F-E para fazer a primeira exibição pública com um carro da categoria. “A primeira temporada ainda nem havia começado, e fizemos uma demonstração com o carro pelas ruas de Las Vegas. A recepção à ideia foi impressionante na ocasião, e agora estamos de volta, mais uma vez inovando, com uma corria virtual”, disse.
 
Agora, consagrado como um dos principais pilotos da atualidade, Di Grassi retorna à cidade tendo um novo companheiro de equipe. Além de Daniel Abt, o piloto da Abt Schaeffer Audi Sport também terá outro alemão como parceiro: Patrick Holzmann, um dos gamers classificados para disputar a prova ao lado dos competidores da F-E.
 
“É difícil falar em diversão quando se tem US$ 1 milhão em jogo. Mas, de qualquer forma, é bom começar o ano disputando uma bolada dessas. A ideia é curtir, mas os jogadores têm alguma vantagem porque para nós é bem diferente, sem nenhum dos desafios físicos que uma prova da categoria traz na pista. É mais difícil de prever do que em um fim de semana normal de corrida”, avaliou o brasileiro.
 
Di Grassi destacou a maneira como a F-E busca formas de inovar e estar na vanguarda do esporte a motor. “É um bom exemplo de como a F-E está, mais uma vez, à frente de várias outras disciplinas esportivas. É um evento completamente novo para nós. E seja no asfalto ou na tela do computador, o objetivo é o mesmo: vencer”. 
 
O formato da disputa, que vai ter transmissão ao vivo pelo site twitch.tv e também pelo site oficial da F-E, é o mesmo de um eP normal: treinos livres, sessão classificatória, super pole e uma corrida de 28 voltas. “Definitivamente, neste caso, o que se faz em Vegas não fica em Vegas”, brincou Di Grassi, de olho no principal prêmio da disputa deste sábado.
 

Últimas Notícias
sábado, 7 de janeiro de 2017
F-E
Rali
sexta-feira, 6 de janeiro de 2017
Rali
Rali
F1
Rali
Rali
F1
MotoGP
F1
F1
Rali
Rali
F1
Rali
Galerias de Imagens
Facebook