F-E
22/08/2017 12:24

Rosberg abre portas para retorno ao automobilismo e se diz “muito interessado” na F-E: “Vai mudar o mundo”

Nico Rosberg está encantando com o que a F-E oferece ao futuro do automobilismo internacional. O campeão mundial de F1, cotado até para se tornar chefe do projeto da Mercedes na categoria, abriu as portas para um retorno ao mundo das corridas
Warm Up
Redação GP, de Nova Friburgo

Quando anunciou a aposentadoria da F1 no final do ano passado, Nico Rosberg começou a afirmar que não voltaria às pistas - nem mesmo em outras categorias. Mas ao falar sobre a F-E e a curiosidade que tem sobre a categoria dos carros elétricos, o campeão mundial de 2016, pela primeira vez em meses, abre as portas para um retorno concreto ao automobilismo. Talvez como chefe de equipe, até.
 
Rosberg já havia elogiado o crescimento da F-E - e até mesmo foi colocado como uma pessoa de interesse da Mercedes para chefiar o projeto da montadora no campeonato elétrico, que começa em 2018. Rosberg apenas reafirmou que imagina a F-E como o futuro da indústria automobilística.
 
"É o futuro do mundo. Será divertido ver todas estas fábricas colocarem suas cartas na mesa", disse. "Vai mudar nosso mundo completamente. Temos carros que vão se autoguiar - e não em 20 anos, é um processo que já está em curso. Estou muito interessado em ver como nossas vidas serão simplificadas por isso", seguiu em entrevista concedida à agência de notícias DPA.
 
Mesmo ao afirmar que está em um "momento de descoberta" na vida e que será papai pela segunda vez, Rosberg não quer mais abrir mão tão insistentemente de uma possível volta. Se um possível retorno antes era tratado como algo lúdico, agora fica para um 'vejamos no futuro'. E o projeto da Mercedes é uma oportunidade - até de volta às pistas, quem sabe.
Nico Rosberg (Foto: Twitter/ESPN)
"Correr sempre foi divertido para mim, então vamos ver o que acontece. Eu sempre serei um apaixonado pelo esporte e sempre haverá opções para me envolver. Não precisa ser amanhã, pode ser em dez anos, mas sempre será uma possibilidade", afirmou. Garantiu, porém, que a carreira na F1 está "definitivamente encerrada".
 
Ao tratar do Mundial de F1 atual, Rosberg elogiou os três postulantes ao título e indicou que Hamilton é um piloto de 'feeling' - que varia de corrida a corrida.
 
"Os dois são bons mentalmente, mas Sebastian também é forte em situações desfavoráveis - como vimos em Baku. Sobre Lewis: é sempre interessante ver como ele lida com a pista", encerrou.
 
A F-E volta com a nova temporada em dezembro, mas a F1 retorna neste fim de semana, com o GP da Bélgica.
PADDOCK GP #91 RECEBE TUKA ROCHA


Últimas Notícias
sexta-feira, 22 de setembro de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Stock Car
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook