F-Truck
03/10/2015 15:25

David Muffato 'reedita' acidente de Bueno durante treino da F-Truck em Guaporé, mas escapa ileso

O piloto David Muffato encarou um baita susto durante uma sessão de treinos livres da F-Truck em Guaporé neste sábado (3), rompendo o muro de proteção e caindo em uma ribanceira. Mas, felizmente, não se feriu. Acidente lembrou o que Diumar Bueno sofreu há três anos
Warm Up
RENAN DO COUTO, de São Paulo
Um sério acidente terminou sem consequências mais graves para o piloto paranaense David Muffato na manhã deste sábado (3) no autódromo de Guaporé, no Rio Grande do Sul.

Durante uma sessão de treinos livres, David ficou com o acelerador de seu caminhão travado na aproximação da curva da Vitória. Ele tentou parar travando as rodas, mas os freios não deram conta do recado. Após atravessar uma barreira de proteção, ele despencou na ribanceira que há após a curva, e o caminhão ficou parado no meio de um matagal.

Apesar do acidente, Muffato "passa bem", segundo informou a F-Truck por meio do Twitter. Ele saiu andando.



Muffato descreveu assim o acidente:

"O caminhão estava muito rápido, nunca tinha tracionado tão bem. Só que aí travou o acelerador quando fui tomar a curva (da Vitória). Freei, acionei embreagem, mas vi que seria inevitável bater. Quando meu caminhão foi cruzar a pista, já tirei as mãos do volante e pus no peito, pra esperar a batida. Só deu uma pancada forte, que foi no toco de uma árvore que existia atrás do guard-rail e foi cortada. Meu caminhão despencou pelo menos uns 10 metros. Existem muitas árvores ali, elas amorteceram bastante o impacto. Parei com as rodas para o ar e com o motor já apagado. Mesmo de ponta-cabeça ainda desliguei a chave geral que fica no teto da cabine e uns outros instrumentos do painel e saí do caminhão. Foi uma pena, é sempre chato quando acontece um acidente, e sobretudo agora, porque meu caminhão tinha ficado muito competitivo depois das mudanças que fizemos na parte da suspensão traseira."

A equipe esperava conseguir consertar o caminhão para permitir que Muffato participasse da etapa deste domingo, mas não será possível corrigir os danos do chassi. David volta a correr, portanto, só na próxima etapa, em Cascavel. Os treinos ficaram parados por duas horas.



Déjà vu

O acidente lembrou bastante o forte impacto sofrido por Diumar Bueno, no mesmo circuito, em outubro de 2012. Só que aquele foi muito mais grave.

Na ocasião, Bueno percebeu quando estava na metade da reta que seu caminhão havia perdido os freios. Ele jogou para a grama para tentar parar, mas isso só fez a velocidade aumentar. Ao se chocar contra o muro a 185 km/h e atravessá-lo, Bueno despencou de uma altura de quase 20 emtros.

O piloto ficou internado por 11 dias, primeiro em um hospital local e, depois, transferido para Curitiba, tendo sofrido 52 fraturas na batida. Bueno não voltou a correr na categoria.

Veja o vídeo do acidente de Bueno em 2012:



Caminhão de Bueno ficou completamente destruído após o acidente (Foto: Orlei Silva)

Últimas Notícias
quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
Outras
MotoGP
MotoGP
F1
Indy
MotoGP
MotoGP
F1
F1
Rali
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook