F-Truck
07/02/2017 19:20

F-Truck volta atrás após comunicado litigioso e envia pedido de renovação. CBA pede 15 dias para resposta

Após um comunicado litigioso da F-Truck uma semana atrás que avisava uma ruptura definitiva entre si e a CBA, agora a categoria volta atrás e afirma que enviou um pedido de renovação para a Confederação Brasileira de Automobilismo. E, embora a Truck diga que o pedido não foi respondido, a CBA diz que já avisou que dará um parecer em duas semanas
Warm Up
PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
VICTOR MARTINS, de São Paulo
 

Depois de assinalar com a procura por uma federação sul-americana para organizar o campeonato em 2017, agora a F-Truck voltou atrás. Segundo a categoria, foram feito os contatos necessários para a renovação do contrato com a Confederação Brasileira de Automobilismo como organizadora do certame. E ainda com a reclamação: a CBA não respondeu o pedido - o que a confederação nega.
 
De acordo com o comunicado oficial da Truck, um e-mail confirmando a intenção da renovação foi enviado na última sexta-feira, 3 de fevereiro - dia estipulado, segundo afirmação da Truck, pelo novo presidente Waldner Bernardo, por e-mail, como data final para que a Truck resolvesse o que iria querer. Na sequência, uma reclamação: quase quatro dias depois, ainda não houve resposta da CBA.
 
A categoria não esconde que tentou uma filiação junto à Confederação Desportiva Automobilística Sul-Americana, a CODASUR, usando como pretexto as corridas que terá no Uruguai e Argentina. Mas teve a resposta que para que a filiação fosse concretizada precisaria de um aval da CBA - e afirma que também não recebeu.
 
"Em mais de 20 anos nunca tive qualquer problema com os vários presidentes da CBA", disse a presidente da F-Truck, Neusa Navarro. "E não seria agora que criaríamos complicações. O meu pedido de renovação de contrato com a CBA foi enviado dentro do prazo dado por eles e acredito que a demora na resposta seja pela correria que foi a eleição do novo presidente da entidade, ocorrida há alguns dias", seguiu. 
Qual é a da Truck? (Foto: Orlei Silva)
"Tenho certeza que tudo será esclarecido o mais breve possível e no dia 19 de março faremos a primeira corrida da temporada no Autódromo Velopark, no Rio Grande do Sul", encerrou.
 
A CBA, porém, diz algo diferente. Segundo o presidente Bernardo disse à reportagem do GRANDE PRÊMIO, houve uma resposta, sim. "Fiz contato por e-mail", afirmou. "Quanto à renovação, pedimos um prazo de 15 dias a contar de ontem [segunda-feira, 6]. Nos posicionaremos após este prazo", garantiu.
 
As duas organizações se veem em rota de conflito após a CBA divulgar uma licitação para quem desejasse organizar a Truck já a partir desta temporada 2017, após o contrato com a companhia de Neusa terminar no final do ano. Ao passo que a Truck afirmou que tem os direitos do nome Fórmula Truck e, caso a CBA desejasse criar um campeonato do mesmo nicho teria que inventar outro nome.

Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Indy
Rali
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook