Truck
12/07/2015 17:53

Giaffone tira proveito de problema no câmbio de Totti e vence com tranquilidade em Goiânia pela F-Truck

Leandro Totti, que disputou metade da prova apenas com a quinta marcha, não conseguiu sustentar a primeira posição, abrindo caminho para o ataque de Felipe Giaffone, que venceu com facilidade a etapa de Goiânia da F-Truck. Totti, apesar das dificuldades, conseguiu assegurar o terceiro posto
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
Felipe Giaffone conseguiu tirar vantagem sobre as dificuldades de Leandro Totti, na etapa deste domingo (12) da F-Truck, disputada em Goiânia. Vítima de um câmbio problemático, Totti não conseguiu acompanhar o ritmo de Giaffone, que venceu com certa tranquilidade.
 
Totti conseguiu segurar a liderança nas primeiras voltas, mas logo sucumbiu aos problemas de seu caminhão.  Giaffone aproveitou a deixa para ultrapassar Totti e assumir a ponta – posição que não perderia mais, garantindo a vitória nas duas baterias da F-Truck.
Felipe Giaffone se aproveitou dos problemas de Leandro Totti (Foto: F-Truck)
Apenas com a quinta marcha, as relargadas de Totti eram piores do que o normal. Leandro não tinha velocidade suficiente na grande reta de Goiânia, permitindo o ataque de Paulo Salustiano e Diogo Pachenki.
 
Os problemas dos adversários, todavia, permitiram que Totti recuperasse terreno. Leandro era terceiro na última volta, quando chegou a tentar uma ultrapassagem por fora sobre Salustiano.
 
A próxima etapa da F-Truck será disputada em Santa Cruz do Sul, em 9 de Agosto.

Saiba como foi a etapa de Goiânia da F-Truck

Leandro Totti conseguiu sustentar a liderança nas primeiras voltas. Apesar das longas retas de Goiânia, Felipe Giaffone não era capaz de tentar qualquer gracinha contra o líder.
 
Mais atrás, alguns pilotos enfrentavam dificuldades. Adalberto Jardim e Débora Rodrigues, por exemplo, abandonaram ainda no começo.
 
Mas as voltas iam se passando e Totti perdia ritmo. Sem muita velocidade na reta, ficava claro que seu caminhão tinha problemas. Giaffone se aproveitou e tomou a ponta.
 
Felipe Giaffone conseguiu segurar a posição até o fim da primeira bateria, ali se sustentando no começo da segunda. Totti ainda vinha atrás.. Paulo Salustiano chegou a ameaçar o #73  na briga pelo segundo posto, mas em vão. Enquanto isso, Diogo Pachenki se afirmava no quarto lugar.
 
Mas a ação em bandeira verde não durou muito tempo. O #20 de Pedro Muffato havia rodado na última curva, exigindo a entrada do Pace Truck.
 
Na relargada, Giaffone conseguiu segurar a ponta. Enquanto isso, Totti perdia o segundo lugar para Salustiano. O pole não tinha velocidade nas retas, resultado do câmbio deficiente, que tinha apenas a quinta marcha.
 
Pachenki logo tratou de se aproveitar da fraqueza de Totti, assumindo a terceira posição no miolo do traçado de Goiânia. O próximo a tentar algo contra Leandro seria André Marques, quarto.
 
A sorte de Totti é que Marques, pouco depois, começou a ter problemas com seu caminhão e escapou da pista. Perdendo diversas posições, André não teria como ameaçar Leandro novamente.  Agora Wellington Cirino era o quinto.
 
As brigas também aconteciam fora dos cinco primeiros. Régis Boessio, enquanto se defendia de Djalma Fogaça, cometeu um erro e escapou da pista.
 
Conforme a prova se aproximava do fim, Totti começou a lidar melhor com os problemas de seu caminhão. O mesmo não pode ser dito de Pachenki que, com freios deficientes, perdeu uma posição – justamente para Leandro.
 
Enquanto isso, Giaffone liderava com certa tranquilidade. A vantagem sobre Salustiano não era grande, mas Paulo não dava pinta de que tentaria tomar a liderança.
 
Mesmo com um câmbio problemático, Totti não queria saber de perder pontos. O ‘Marvado’, apesar de todas as dificuldades, conseguia colocar pressão em Salustiano. E chegou até a dar pinta de que faria uma ultrapassagem por fora – mas não conseguiu.

Últimas Notícias
segunda-feira, 26 de junho de 2017
F1
F1
F1
Superbike
MotoGP
Nascar
F1
Nascar
MotoGP
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook