Truck
12/04/2015 17:15

Punido na classificação, Totti faz prova de recuperação e fatura etapa de Campo Grande da F-Truck

Leandro Totti venceu com autoridade a segunda etapa do campeonato, em Campo Grande. Largando em sétimo após punição, o paranaense foi ganhando posições e recebeu a quadriculada na frente. De quebra, assumiu a liderança do campeonato
Warm Up
VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
Leandro Totti mostrou que não é o atual campeão por acaso. Neste domingo (12) o paranaense deu mais um show e venceu com sobras a segunda etapa da categoria, em Campo Grande. Largando em sétimo - depois de conseguir a pole no classificatório e ser punido por excesso de fumaça -, o piloto da Volkswagen foi deixando um a um para trás e contou com o abandono de Felipe Giaffone para assumir a ponta. Coube então administrar o equipamento até o fim e garantir mais uma vitória, a 17ª na categoria.
 
Paulo Salustiano terminou em segundo, com Djalma Fogaça em terceiro, Beto Monteiro em quarto e Jaidson Zini em quinto, fechando o pódio.
Leandro Totti foi dominante na etapa de Campo Grande da F-Truck (Foto: Orlei Silva)
Confira como foi a etapa de Campo Grande da F-Truck:
 
Leandro Totti, que fizera o tempo mais rápido do classificatório, acabou punido pelos comissários por excesso de fumaça e largou do sétimo lugar. André Marques e Beto Monteiro também foram penalizados e partiram em oitavo e nono, respectivamente. 
 
Assim, a posição de honra caiu no colo de Felipe Giaffone. E ele aproveitou. Largou bem e manteve a ponta. Quem também se deu bem no início foi Totti, que completou a primeira volta na quarta posição, atrás de Paulo Salustiano e Djalma Fogaça.
 
Na volta seguinte, o #73 ultrapassou Fogaça e, na sequência, foi para segundo depois de deixar Salustiano para trás na reta oposta. O foco agora era Giaffone, que já tinha 3s5 de vantagem. Enquanto isso, Débora Rodrigues abandonava com um problema no cardã e Gabriel Correa se dirigia aos boxes com problema.
Felipe Giaffone liderou o início da prova, mas seu caminhão quebrou (Foto: Orlei Silva)
E, na quinta volta, mais uma avalanche de abandonos. Começou com o líder Felipe Giaffone, que foi para a grama devagar e encostou. "Precisamos analisar, o caminhão vinha perfeito. Tivemos algum problema que travou a roda traseira. Paciência", falou Giaffone à TV Bandeirantes. 
 
Depois, André Marques, seu companheiro de equipe, também parou. "Caminhão perdeu força e depois o motor travou", falou Marques. Roberval Andrade teve o mesmo destino. Por conta das posições perigosas em que estavam (e pela sujeira na pista), o Pace Truck foi à pista. E, durante a interrupção, mais dois abandonos: Wellington Cirino e Raijan Mascarello.
 
Totti, Salustiano, Fogaça, Jardim e Monteiro eram os cinco primeiros.
 
Veio a relargada e, distantes, os pilotos mantiveram suas posições. Totti já começava a despontar. Mais atrás, uma briga familiar. O filho David Muffato superou Pedro Muffato, de 74 anos, e assumiu o décimo lugar. Diogo Pachenki, por sua vez, parava no boxes. Mais um abandono.
 
De repente, Salustiano e Fogaça surgiram dando um calor em Totti, que precisou se esforçar para manter a ponta. Para alívio do líder, veio a parada programada para o resfriamento dos caminhões.  
 
Nova bandeira verde e Totti largou bem, abrindo um respiro para Salustiano. E... mais um abandono. Desta vez, Regis Boessio. Seu Volvo tinha, inclusive, um princípio de incêndio. Muffato, o filho, na briga com Jaidson Zini pela sétima posição, acabou rodando. Mas conseguiu voltar à pista. Rogério Castro e Roberval Andrade foram mais dois a deixar a prova. 
 
Com o forte calor e desgaste prematuro dos pneus, a parte final da prova foi para administrar o equipamento até o fim. Mesmo com quase 3s de desvantagem, Salustiano ainda apertou o ritmo nos minutos finais na tentativa de se aproximar de Totti. Ainda houve tempo para os abandonos de Adalberto Jardim e Gustavo Magnabosco. 

"Vinha em um fim de semana perfeito. Liderei quase todos os treinos, não tive problema de fumaça, que apareceu no classificatório. O caminhão está muito bem equilibrado, tenho que agradecer toda a equipe", falou o vencedor em entrevista à Bandeirantes.

Leandro Totti (Volkswagen) lidera o campeonato com 80 pontos, seguido de perto por Djalma Fogaça (Ford) com 78 e Beto Monteiro (Iveco) com 63. A F-Truck voltará no dia 17 de maio em Londrina, para a disputa da terceira etapa da competição. 

F-Truck, Campo Grande, classificação final:

1   LEANDRO TOTTI PR RM VOLKSWAGEN 54:52.070
2   PAULO SALUSTIANO SP  ABF MERCEDES +3.200
3   DJALMA FOGAÇA SP DF FORD +12.862
4   BETO MONTEIRO PE LUCAR IVECO +17.143
5   JAIDSON ZINI PR DAKARMOTORS IVECO +1:02.336
6   DAVID MUFFATO PR MUFFATÃO SCANIA +1:06.777
7   ALEX FABIANO SP CLAY TRUCK VOLVO +1:48.761
8   PEDRO MUFFATO PR MUFFATÃO SCANIA +2 voltas
9   GUSTAVO MAGNABOSCO SC CORINTHIANS SCANIA +4 voltas
10   DIOGO PACHENKI PR COPACOL MERCEDES +4 voltas
11   ADALBERTO JARDIM SP RM VOLKSWAGEN +5 voltas
12   LUIZ LOPES SP IVECO +8 voltas
13   ROBERVAL ANDRADE SP CORINTHIANS SCANIA +11 voltas
14   ROGÉRIO CASTRO GO ABF MERCEDES +12 voltas
15   RÉGIS BOESSIO RS BOESSIO +14 voltas
16   WELLINGTON CIRINO PR ABF MERCEDES +16 voltas
17   RAIJAN MASCARELLO PR DF FORD +18 voltas
18   FELIPE GIAFFONE SP RM VOLKSWAGEN +18 voltas
19   ANDRÉ MARQUES SP RM VOLKSWAGEN +19 voltas
20   FABIANO BRITO PR FALSI & FALSI SCANIA +20 voltas
21   DÉBORA RODRIGUES SP RM VOLKSWAGEN +21 voltas
 

Últimas Notícias
sábado, 24 de junho de 2017
MotoGP
MotoGP
F1
Stock Car
MotoGP
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F2
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
sexta-feira, 23 de junho de 2017
Indy
Galerias de Imagens
Facebook