World Series
16/04/2016 14:25

Delétraz conta com erro grosseiro de Orudzhev e vence na estreia da nova fase da F-V8. Baptista termina em oitavo

O suíço Louis Delétraz, de 18 anos, estreou na F-V8 com uma vitória mostrando autoridade. O erro horrendo de Egor Orudzhev ainda no começo abriu o caminho para o novato sumir e vencer. Vitor Baptista e Pietro Fittipaldi não viveram grandes debutes
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

Sob nova direção depois da saída da Renault, a antiga World Series - agora F-V8 - estreou sua nova temporada na manhã deste sábado no Motorland, em Aragão. E teve um novo nome comemorando: Louis Delétraz passou bem, dominando e controlando. Venceu de forma inconteste a primeira corrida do final de semana.
 
Delétraz havia sido campeão na divisão de baixo, a 2.0, no ano passado. O jovem suíço de apenas 18 anos se aproveitou de um erro grotesco do pole-position Egor Orudzhev - que na segunda volta errou a freada, atacou a zebra rápido demais e perdeu a asa dianteira - e herdou uma ponta que era sua. Enquanto a briga pelo segundo lugar se desenhava, ele acelerou a Fortec e acabou até aparecendo pouco na transmissão de TV tamanha a distância.
 
Vice-campeão do ano passado, Matthieu Vaxivière entra na temporada 2016 como o grande favorito, já que Oliver Rowland deixou o campeonato. E, depois de uma classificação ruim, emplacou uma sequência fenomenal de ultrapassagens. Ao fim da segunda volta, saíra de décimo para o segundo posto com direito a linda passada no piloto de testes da Force India, Alfonso Celis.
Louis Delétraz dominou a primeira corrida do ano da F-V8 (Foto: F-V8)
Como e gato e rato, Celis e Vaxivière se enfrentavam e trocavam momentos enquanto perdiam o líder de vista. No fim, o francês ficou com a segunda posição enquanto Celis começou a brigar com seus pneus. Foi caindo e terminou apenas na sexta colocação. O mexicano, aliás, é um dos nomes que chega com envolvimento na F1 e de quem muito se espera nesta categoria.
 
A estreia dos pilotos brasileiros, no entanto, não chamou tanto aos olhos. Pietro Fittipaldi terminou fora da zona de pontos, foi 11º, sendo ultrapassado por Beitske Visser nas últimas voltas. Junto à vitória do companheiro, de fato não cai bem - muito embora o carro de Delétraz seja aquele com o qual Rowland foi campeão ano passado.
 
Vitor Baptista, por outro lado, até marcou pontos, mas não fez uma boa prova. Ainda cometeu um erro quando andava no sétimo posto que foi grosseiro - e acabou ultrapassado facilmente pelo companheiro Johnny Cecotto Jr. Depois, porém, o próprio Cecotto errou e acabou atrás. Vitor foi oitavo colocado.
 
Tom Dillmann completou o pódio, seguido por René Binder, Aurélien Panis, filho do ex-piloto da Ferrari, Celis, Roy Nissany, Vitor, Beitske e Cecotto fechando a lista dos dez pontuadores. A segunda bateria acontece na manhã do domingo.
 
PADDOCK GP #24 FALA SOBRE F1, MOTOGP, INDY E STOCK



Últimas Notícias
segunda-feira, 22 de maio de 2017
F1
Warm Up
Indy
Indy
Brasileiro de Turismo
Superbike
Superbike
Stock Car
Superbike
Superbike
Superbike
Stock Car
Indy
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook