F1
28/12/2015 11:54

Advogado defende privacidade e afirma que público não tem direito a informações sobre saúde de Schumacher

Advogado de Michael Schumacher, Felix Damm afirmou que o público não tem direito a receber informações sobre a condição atual do ex-piloto. Defensor avaliou que o heptacampeão tem direito a privacidade, uma vez que não está mais correndo
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
O acidente sofrido por Michael Schumacher na estação de esqui de Méribel, nos Alpes Franceses, completa dois anos nesta terça-feira (29), mas as informações sobre a condição do ex-piloto são cada vez mais escassas. E, no que depender do advogado do heptacampeão, os fãs podem perder a esperança de saber qualquer coisa a respeito da saúde do germânico.
 
Falando à agência alemã de notícias DPA, Felix Damm, advogado de mídia de Schumacher, afirmou que o público não tem direito a informações sobre a condição do multicampeão.
Schumacher e Corinna estão juntos há 20 anos. É ela hoje quem cuida da recuperação do ex-piloto (Foto: Getty Images)
Michael se acidentou enquanto esquiava na estação de Méribel e bateu a cabeça em uma pedra. Schumacher deixou o local consciente e foi levado de helicóptero para um hospital em Moûtiers. Pouco depois, o ex-piloto foi transferido para um centro de traumatologia em Grénoble, onde permaneceu um longo período internado.
 
 Desde que deixou o CHU de Grénoble, Schumacher passou por um hospital na Suíça, mas, desde setembro do ano passado, se recupera em casa ao lado da esposa e dos filhos. A família, entretanto, optou por não divulgar informações sobre a condição de Michael e, inclusive, limita as visitas ao germânico.
 
“O acidente em si foi um evento de história contemporânea e poderia ser reportado”, disse Damm. “Mas não existe essa exigência uma vez que a recuperação começa e o público é especialmente excluído — aconteceu no hospital e agora em casa”, continuou.
 
No último fim de semana, Sabine Kehm veio a público para negar um relato da imprensa que dizia que o ex-piloto já podia andar. De acordo com a agente, esse tipo de notícia é “irresponsável”, já que “para Michael, tendo em vista a gravidade de suas lesões, a proteção de sua privacidade é muito importante”.
 
Em um documentário da Bayrischer Rundfunk, que vai ser exibindo na data de aniversário do acidente, Damm disse que entende a curiosidade dos fãs, mas defendeu a privacidade de Schumacher, uma vez que ele está aposentado das pistas. 
 



PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ


Últimas Notícias
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Turismo
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
F1
F1
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook