F1
21/11/2016 10:37

Alonso descarta problemas com Honda e vê na aerodinâmica ponto chave para sucesso da McLaren em 2017

Fernando Alonso entende que o maior ponto de interrogação para a McLaren em 2017 está na aerodinâmica, especialmente devido à mudança de regulamento. Para o espanhol, a equipe inglesa tem pela frente, diante de toda a sua estrutura técnica, uma grande chance de recuperar o terreno perdido e voltar a lutar na ponta
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

Fernando Alonso acredita que o motor da Honda não será o maior problema da McLaren para a temporada 2017 na F1. A fornecedora japonesa provou ser o calcanhar de Aquiles da esquadra britânica em 2015 no retorna da marca ao Mundial, mas, neste ano, os nipônicos conseguiram melhorar significativamente as unidades de potência, especialmente quanto à confiabilidade e força. Para o espanhol, a chave do sucesso para o próximo ano está nas mudanças do regulamento
 
Os avanços permitiram a Alonso e a Jenson Button entrar na briga pelo pelotão intermediário do grid. E a equipe vem somando pontos regularmente, além de frequentemente figurar na fase final da classificação. No momento, a McLaren é a sexta colocada no Mundial de Construtores, à frente de Toro Rosso, Haas, Renault, Sauber e Manor.
 
"No lado do motor, nós aprendemos muito neste ano, muito mais que no ano passado, porque, em 2015, nós tínhamos apenas de sobreviver. Não tínhamos potência, bateria, confiabilidade, nada. Era muito difícil aprender algo porque só pensávamos em fazer tudo funcionar. Este ano, por outro lado, estamos fazendo progressos, ajustando o motor e o conhecimento deste ano será recompensado na próxima temporada", explicou o espanhol.
Fernando Alonso se vê em uma posição mais forte em 2017 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

"Estou bastante confiante sobre isso, então o grande ponto de interrogação será o regulamento no que diz respeito à aerodinâmica", completou.
 
Em 2017, a F1 terá novas regras com relação à aerodinâmica, com o objetivo de tornar os carros mais velozes. Os pneus também vão mudar e serão mais largos. Assim, Alonso se disse esperançoso de que a McLaren terá uma chance de recuperar terreno.
 
"Depois de lutar muito no ano passado, este ano nós nos encontramos em uma posição melhor, brigando e competindo no pelotão intermediário. No ano que vem, queremos dar o último passo e lutar por mais que isso. Temos uma grande oportunidade com as novas regras porque tudo vai se misturar e acho que, se formos capazes de produzir um carro rápido já para a primeira corrida, teremos uma chance de fazer melhor."
 
"Estou confiante porque a McLaren é uma grande equipe, com muitos recursos e possibilidades. Então, tudo me parece bom para 2017 e estou ansioso", encerrou.
Últimas Notícias
terça-feira, 24 de janeiro de 2017
F1
Warm Up
segunda-feira, 23 de janeiro de 2017
F1
Rali
Rali
F1
Rali
Nascar
Rali
F1
F1
MotoGP
F1
F1
F-E
Galerias de Imagens
Facebook