F1
13/04/2017 10:29

Alonso diz que decisão de correr na Indy não se deu por má performance da McLaren e reitera: “Meu objetivo é a F1”

Fernando Alonso negou que a decisão de correr na Indy 500 tenha sido tomada devido à falta de performance da McLaren e assegurou que seu maior objetivo na carreira continua sendo o de conquistar o terceiro título na F1. “É tudo que eu quero”
Warm Up
EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
 

Fernando Alonso deixou claro que a decisão de disputar as 500 Milhas de Indianápolis não tem a ver com o momento pouco competitivo que a McLaren vive na F1. E reiterou que seu objetivo continua sendo o de perseguir o tricampeonato na maior das categorias do automobilismo mundial. O espanhol voltou a dizer que entende que está em um grande momento de sua trajetória no esporte e guiando no melhor nível que já esteve. 
 
O bicampeão mundo vai atravessar o Atlântico em maio para correr na mais importante corrida do calendário da Indy e uma das mais prestigiadas do planeta. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, quando a McLaren revelou que fechou uma parceria com a Andretti e a Honda para integrar o famoso grid. Fernando apenas terá de abrir mão do #14 e vai correr com o #29 no Brickyard. 
 
Falando na coletiva de imprensa desta quinta-feira (13) no Bahrein, onde a F1 está para a terceira etapa da temporada 2017, Alonso foi bastante questionado sobre a expectativa de correr a Indy 500 e como isso pode afetar a sua carreira no Mundial. O asturiano vai perder o GP de Mônaco, que acontece no mesmo dia da corrida norte-americana.
Fernando Alonso vai correr as 500 Milhas de Indianápolis (Foto: AFP)
"É verdade que há uma grande motivação ter a chance de ganhar um troféu em maio. Vencer as 500 Milhas de Indianápolis é como ganhar um título em um fim de semana. Mas não há nada como a F1. A F1 é a única coisa que quero fazer agora", disse o piloto de 35 anos aos jornalistas em Sakhir.
 

"Por isso, a decisão de correr em Indianápolis não veio porque estamos lutando aqui ou em um ano difícil, em anos difíceis. Isto é algo que eu continuo repetindo desde 2014. Eu lembro quando estava na Ferrari e falei sobre a possibilidade de correr em Le Mans com a 458. Não é nada novo para mim. Não é por causa da performance do carro neste ano", garantiu o espanhol.
 
Questionado se poderia correr em Le Mans também, Alonso brincou: "Não sei. Vai ser entre Canadá e Baku, não é? Vamos ver quantas conexões de voo existem."
 
Apesar do entusiasmo com o desafio que tem pela frente, o piloto da McLaren assegurou que sua meta continua sendo o título na F1. "Eu sinto que estou guiando melhor do que nunca. No próximo ano, meu objetivo é um só: lutar pelo título mundial. Meu desejo de vencer na F1 é maior do que qualquer outro desafio que exista em outro lugar. F1 é a única coisa que quero", concluiu Alonso.
 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP



Últimas Notícias
segunda-feira, 26 de junho de 2017
F1
F1
F1
F1
Superbike
MotoGP
Nascar
F1
Nascar
MotoGP
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook