F1
11/02/2017 09:55

Alonso minimiza importância da cor da McLaren, mas admite que tentou ‘truque’ para obter informação privilegiada

Fernando Alonso contou que também não sabe qual será a cor de seu carro para a temporada 2017 da F1. Espanhol admitiu que usou a desculpa da decoração do capacete para tentar tirar algo de Éric Boullier, mas não conseguiu nenhuma informação em primeira mão
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Enquanto a temporada de apresentações não começa na F1, os fãs do esporte seguem curiosos para saber se a McLaren voltará a usar o laranja que marcou a história do time entre 1968 e 1971, quando Bruce McLaren e Denny Hulme eram os grandes nomes de uma equipe em ascensão.
 
Ao longo das últimas semanas, a escuderia de Woking deu várias pistas de uma mudança nessa direção, mas nada muito definitivo. Até agora, o que é certo é a troca do nome do chassi do carro, que deixa do tradicional MP4 e passa a se chamar MCL32.
Fernando Alonso tentou um truque com Boullier, mas não deu (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Em um cenário de tanto mistério, nem mesmo Fernando Alonso sabe qual será a cor de sua McLaren. E nem adiantou tentar um truque para cima de Éric Boullier, diretor de corridas da equipe.
 
“Eu não sei, o que eu li é que pode ser algo laranja, preto e branco”, comentou Alonso. “Eu perguntei ao Boullier com a desculpa da decoração do meu capacete e ele disse: ‘Você vai ver na apresentação’”, contou.
 
“Espero que, o que quer que seja, seja rápido. A cor não é a coisa mais importante”, frisou.
 
Em um conflito de datas com a Ferrari, a McLaren vai apresentar seu MCL32 no dia 24 de fevereiro.
PADDOCK GP #64 RECEBE FELIPE GIAFFONE E DEBATE CRISE NA F-TRUCK
Últimas Notícias
domingo, 28 de maio de 2017
Indy
Indy
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Superbike
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook