F1
07/09/2017 12:43

Após acidente em evento de carros clássicos da F1 em Zandvoort, David Ferrer não resiste e morre aos 61 anos

Piloto francês chegou a ser ressuscitado na pista após sofrer acidente no último sábado, foi levado a um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta quinta-feira
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

O piloto francês David Ferrer morreu nesta quinta-feira (7), aos 61 anos, após não resistir aos ferimentos causados por forte acidente ocorrido em evento de carros clássicos da F1 em Zandvoort, na Holanda, no último sábado.

Ferrer chegou a ser ressuscitado anda na pista pela equipe médica da "FIA Masters Historic F1", foi transportado de avião a um hospital em Amsterdã, mas faleceu cinco dias depois. A morte foi confimada pela FIA em nota oficial.
David Ferrer sofreu acidente em Zandvoort (Foto: Reprodução)
Ferrer pilotava um March 701 quando sofreu o acidente. Na nota, a FIA lamentou a morte do piloto: "A FIA lamenta informar que o piloto David Ferrer desafortunadamente sucumbiu a lesões sofridas no incidente em Zandvoort. A FIA amplia suas mais sinceras condolências para a família e amigos do Sr. Ferrer neste momento difícil".

Paul Tattersall, piloto britânico, testemunhou o acidente. Ele vinha atrás de Ferrer com um Ensign N179 e conseguiu sair da pista a tempo de evitar colisão com o francês.

“Tive uma fração de segundo para decidir se ia para a direita ou para a esquerda. Graças a Deus escolhi a direita, senão teria atingido David”, disse. 
HAMILTON FAZ DEVER DE CASA E JOGA BOLA PARA VETTEL. QUE TEM OBRIGAÇÃO DE VENCER EM SINGAPURA


Últimas Notícias
sexta-feira, 22 de setembro de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Stock Car
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook