F1
19/04/2017 07:16

Bottas mantém Mercedes na frente e lidera manhã do segundo dia de testes coletivos da F1 no Bahrein

Depois de Lewis Hamilton ter fechado a terça-feira como o piloto mais rápido em Sakhir, Valtteri Bottas continuou a programação da Mercedes e também comandou a tabela de tempos no começo dos trabalhos nesta quarta-feira. O finlandês foi quem mais completou voltas no Bahrein neste primeiro período, 79, mas enfrentou problemas no fim. Sebastian Vettel foi apenas o quarto e completou nove voltas
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré
 

Na corrida contra o tempo e contra a Ferrari, a Mercedes continua protagonizando os testes coletivos que a F1 promove nesta semana em Sakhir, no Bahrein. Depois de ter Lewis Hamilton como o mais rápido na última terça-feira, Valtteri Bottas continuou com os trabalhos da equipe tricampeã do mundo nesta quarta-feira (19) e liderou a tabela de tempos neste primeiro período. O finlandês cravou 1min31s771 como melhor volta, sendo o piloto com maior quilometragem acumulada na pista nesta manhã. No fim, o piloto enfrentou um problema e causou a única bandeira vermelha da manhã.
 
A marca, contudo, foi bem superior em relação ao tempo logrado por Bottas no último sábado, que lhe deu a sua primeira pole-position na F1: 1min28s769. As condições climáticas, obviamente, são bem distintas, já que os pilotos aceleram durante o dia, naturalmente de muito calor na região desértica de Sakhir.
 
Esteban Ocon fechou a manhã com o segundo melhor tempo, seguido por Daniil Kvyat, da Toro Rosso, e Sebastian Vettel, que completou poucas voltas no primeiro período, apenas nove. Uma falha na mudança de configuração do carro da Ferrari ocasionou problemas em componentes internos da SF70H, o que resultou em uma grande perda de tempo. Destaque para Gary Paffett, da Williams, dono do quinto melhor tempo. O britânico foi convocado pela escuderia de Grove para guiar o FW40, o que foi uma novidade para o veterano, que não pilotava um carro de F1 desde 2013.
Sem a 'Asa T' da Mercedes, Bottas liderou os trabalhos nesta manhã no Bahrein (Foto: Autosport/Twitter)
Stoffel Vandoorne, da McLaren, finalmente teve a chance de conseguir acumular um pouco de quilometragem depois de um fim de semana todo atrapalhado pelos problemas no motor Honda. O belga completou 49 voltas e foi o sexto, seguido por Kevin Magnussen, da Haas. Sergey Sirotkin, reserva da Renault, se colocou em oitavo lugar, à frente de Pierre Gasly, jovem suplente da Red Bull, e Pascal Wehrlein, com o C36 da Sauber.

A exemplo do que aconteceu na última terça-feira, o teste desta quarta no Bahrein teve na sua maioria a presença de pilotos titulares. Além de Bottas, Sebastian Vettel — líder da temporada 2017 — deu sequência aos trabalhos com a Ferrari, enquanto Sergio Pérez acelerou com a Force India. Daniil Kvyat assumiu a condução do STR12 da Toro Rosso, assim como Kevin Magnussen substituiu Romain Grosjean no cockpit da Haas. Pascal Wehrlein voltou a acelerar o Sauber C36, enquanto Stoffel Vandoorne finalmente teve a chance de garantir um pouco mais de quilometragem com o carro da McLaren.
 
As novidades foram a presença de Gary Paffett, que não guiava um F1 desde 2013, acelerando no FW40 nesta quarta-feira. Pierre Gasly, reserva da Red Bull, assumiu o volante do RB13, que foi guiado por Daniel Ricciardo na terça-feira. Já o russo Sergey Sirotkin foi o responsável por dar continuidade aos trabalhos da Renault no circuito.
Gary Paffett acelerou o FW40 da Williams nesta manhã (Foto: Williams)
Vettel, que completou apenas nove voltas durante a manhã, chegou a assumir a liderança do treino logo nos primeiros minutos ao cravar 1min32s615. Mas logo o alemão foi superado por Kvyat. Pouco depois, era a vez de Esteban Ocon se colocar na frente da tabela de tempos com sua Force India toda rosa ao cravar 1min32s160.
 
Até que Bottas se tornou o primeiro piloto do dia a andar abaixo de 1min32s. O finlandês cravou 1min31s771. Ocon chegou a melhorar seu tempo, mas não o bastante para voltar à ponta do grid.
 
No primeiro período, Vettel terminou mesmo em quarto lugar com a marca estabelecida logo no começo da sessão. Destaque para Paffett, que conseguiu completar 59 voltas sem nenhum problema com o FW40.
Stoffel Vandoorne finalmente teve um pouco mais de quilometragem no Bahrein (Foto: McLaren)
Para a segunda parte da sessão, logo após o almoço, Carlos Sainz assume o cockpit da Toro Rosso no lugar de Kvyat, enquanto Sergio Pérez acelera com o carro da Force India depois da boa participação de Ocon nesta manhã.

F1, Bahrein, testes coletivos, dia 2, manhã: 

1   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:31.771   79
2   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:32.142 +0.371 60
3   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:32.213 +0.442 61
4   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:32.615 +0.844 9
5   41 Gary PAFFETT ING Williams Mercedes 1:33.157 +1.386 59
6   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:33.190 +1.419 49
7   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:33.192 +1.421 37
8   46 Sergey SIROTKIN RUS Renault 1:34.174 +2.403 44
9   15 Pierre GASLY FRA Red Bull Tag Heuer 1:34.407 +2.636 51
10   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:35.212 +3.441 42
 

PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?



Últimas Notícias
segunda-feira, 26 de junho de 2017
F1
F1
F1
F1
Superbike
MotoGP
Nascar
F1
Nascar
MotoGP
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook