F1
28/10/2015 13:06

Boullier justifica veto da McLaren a parceria de Honda e Red Bull: “Única forma de sermos campeões”

Chefe da McLaren, Éric Boullier justificou o veto do time de Woking à possibilidade de a Honda fornecer motores para a Red Bull por desejo de exclusividade. Dirigente acredita que a única forma de chegar ao título da F1 é tendo uma montadora como parceira oficial
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
A busca da Red Bull por um novo fornecedor de motores acabou esbarrando na Honda, mas um veto da McLaren acabou com os planos dos rubro-taurinos, que seguem com uma mão na frente e outra atrás em termos de propulsores V6.
 
Chefe da McLaren, Éric Boullier justificou o veto do time de Woking e alegou que a decisão de não querer dividir as atenções da Honda tem a ver com o fato de o time de Jenson Button e Fernando Alonso não acreditar que uma equipe cliente pode ser campeã.
Éric Boullier defendeu veto da McLaren à parceria entre Honda e Red Bull (Foto: McLaren)
 “A verdade é que nós queríamos trabalhar com a Honda, a Honda queria trabalhar conosco como uma parceria oficial, porque ter uma montadora como parceira oficial é, nos acreditamos, a única forma de sermos campeões mundiais. Se você é cliente de uma fábrica de motores, você não pode ser campeão”, defendeu. “Então este é um privilégio que nós, obviamente, encontramos. Nós trouxemos para a F1 e não queremos dividir. É isso. Mas não quero comentar mais”, completou.
 
Bernie Ecclestone disse durante a passagem da F1 por Austin que Ron Dennis estava bloqueando o pedido da Red Bull, usando um poder de veto da McLaren.
 
“A resposta honesta é que, no momento, parece que a Honda está feliz em dar a eles um motor e o Sr. Dennis acha que eles não devem”, declarou Bernie. “Apesar de a Honda ter um acordo com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e comigo que permitia que eles entrassem na F1 fornecendo motores para um time no primeiro ano, dois times no segundo e três times no terceiro, e eles, de alguma forma, se envolveram e se comprometeram com Ron de que ele tinha um veto em qualquer acordo de fornecimento de motor e ele não quer a Red Bull. Acho que ele acredita que eles são competidores”, concluiu.

Últimas Notícias
terça-feira, 25 de julho de 2017
F1
Copa Grande Prêmio
F-E
F1
F1
F1
Warm Up
F1
segunda-feira, 24 de julho de 2017
Indy
F-E
Superbike
F-E
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook