F1
10/01/2017 07:38

Brawn vê grande contribuição de Hamilton na Mercedes, mas compara: “Schumacher precisou construir uma equipe”

Ross Brawn trabalhou muito perto de Michael Schumacher e Lewis Hamilton e, embora elogie ambos, entende que o alemão enfrentou mais desafios ao longo da carreira, como quando teve de “construir” uma equipe vencedora na Ferrari
Warm Up
Redação GP, de Leipzig
 

Ross Brawn esteve muito perto de dois dos mais importantes nomes da história recente da F1 e não hesitou na hora de comparar o trabalho de Michael Schumacher e Lewis Hamilton. O engenheiro inglês fez parte do bem-sucedido grupo de profissionais que levou a Ferrari a dominar a F1 no fim dos anos 90 e início dos anos 2000, quando Schumacher venceu cinco de seus sete títulos. Brawn também contou com a ajuda do heptacampeão, quando a Mercedes decidiu retornar ao Mundial em 2010 e foi chefe de Hamilton, quando o inglês trocou a McLaren pelo time prata em 2013.
 
Embora tenha elogiado muito o tricampeão, Brawn entende que o alemão - que atualmente se recupera de um terrível acidente de esqui - precisou lançar mão de todo o talento para construir uma equipe vitoriosa e que esse cenário nunca esteve diante de Lewis. 
 
"Creio que são eras diferentes, no sentido de que Michael teve de construir uma equipe com a Ferrari. Ele passou por todo esse processo e Lewis não, mas não porque não fosse capaz, é porque nunca houve essa necessidade", afirmou Ross em declaração à ESPN britânica.
Ross Brawn e Michael Schumacher também trabalharam juntos na Mercedes (Foto: Mercedes)

"Sem dúvida, Lewis contribuiu muito e vem contribuindo muito para o domínio da Mercedes, mas não encontrou uma equipe como Michael encontrou a Ferrari no fim dos anos 90. A contribuição de Michael foi bastante significativa. E agora, claramente há alguém que quer fazer o mesmo", explicou Brawn, se referindo ao tetracampeão Sebastian Vettel, que assumiu o carro vermelho em 2015.
 
O inglês, entretanto, acha que a missão é bem mais difícil. "Michael adorava pilotar, adorava entrar no carro e guiar, e aproveitava qualquer oportunidade que aparecia. Era uma combinação muito difícil de superar. Creio que ele ajudou a elevar o nível físico dos pilotos também e foi um grande piloto para a equipe. Aí você junta tudo isso e dá um heptacampeão", elogiou.


Últimas Notícias
terça-feira, 27 de junho de 2017
F1
F1
Warm Up
F1
segunda-feira, 26 de junho de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
Superbike
MotoGP
Nascar
F1
Nascar
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook