F1
11/01/2017 13:00

Campeões da F1 em 2016, Mercedes e Rosberg são indicados ao prêmio Laureus, mas enfrentam forte concorrência

Considerado o ‘Oscar do Esporte’, o prêmio Laureus tem dois nomes da F1 entre os indicados: a Mercedes concorre como Melhor Equipe Esportiva do Mundo contra a Seleção Brasileira campeã olímpica de futebol e o Real Madrid, entre outros times vencedores. Nico Rosberg vai concorrer como o Maior Progresso do Ano, tendo como concorrentes nomes o Leicester campeão da Premier League, a Islândia, revelação da Euro 2016, e o sul-africano Wayde van Niekerk, que brilhou nos Jogos Olímpicos do Rio
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
O Laureus, considerado o ‘Oscar do Esporte’, apresentou a lista dos finalistas indicados aos prêmios que serão entregues no próximo dia 14 de fevereiro, em Mônaco. Dentre uma constelação dos melhores do ano nos esportes ao redor do mundo, dois nomes ligados à F1 fazem parte da seleta lista: os campeões mundiais de 2016 Nico Rosberg e a Mercedes, equipe que dominou a última temporada.
 
A Mercedes vai concorrer ao prêmio de Equipe Esportiva Mundial do Ano, mas não será fácil à equipe prateada conquistar o Laureus, sobretudo em razão da forte concorrência. 
 
Entre os indicados ao prêmio, concorrem com a Mercedes nada menos que a Seleção Brasileira de Futebol, campeã olímpica nos últimos Jogos do Rio, conquistando a primeira medalha de ouro do futebol nacional na história. 
Rosberg e a Mercedes foram indicados ao 'Oscar do Esporte'  (Foto: Mercedes)
O Chicago Cubs, campeão da World Series de beisebol depois de um jejum histórico sem títulos, também faz parte da lista, assim como a Seleção Portuguesa, campeã da Euro pela primeira vez em 2016, o Real Madrid, campeão da Champions League e do Mundial de Clubes da FIFA, além do Cleveland Cavaliers, campeão da NBA no meio do ano passado.
 
Mesmo sendo embaixador do Laureus, Nico Rosberg não foi indicado ao principal prêmio do evento, o de Atleta do Ano. 
 
Gigantes do esporte como Usain Bolt, tricampeão olímpico dos 100m, 200m e do revezamento 4x100m com a Jamaica no Rio de Janeiro, concorre com Mo Farah, icônico atleta britânico campeão olímpico, Andy Murray, tenista número 1 do mundo e bicampeão olímpico, Stephen Cury, que brilhou na NBA na última temporada, e LeBron James, campeão da NBA com Cleveland Cavaliers. Todos eles lutam com Cristiano Ronaldo, o melhor jogador de 2016, eleito pela Fifa.
 
Mas Rosberg vai concorrer ao prêmio de Maior Progresso do Ano. O alemão, que se aposentou da F1 apenas cinco dias depois de ter conquistado seu primeiro e único título mundial, vai concorrer ao lado da Seleção da Islândia, que brilhou na Euro 2016 na França, a Seleção de Rugby 7 de Fiji, campeã olímpica no Rio de Janeiro; Almaz Ayana, etíope que também brilhou nos Jogos do Rio e se tornou a recordista mundial dos 10.000m rasos, e o sul-africano Wayde van Niekerk, que assombrou o mundo do esporte ao quebrar uma marca que já durava 20 anos, se tornando recordista olímpico e mundial, além de faturar a medalha de ouro no Rio de janeiro.
 


Últimas Notícias
terça-feira, 27 de junho de 2017
F1
F1
Warm Up
F1
segunda-feira, 26 de junho de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
Superbike
MotoGP
Nascar
F1
Nascar
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook