F1
02/04/2015 13:22

Chefe da Ferrari revela que foi às lágrimas com mensagem de texto da família de Schumacher sobre vitória na Malásia

Chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene revelou que foi às lágrimas depois de uma mensagem de texto que recebeu da família de Michael Schumacher, que o parabenizou pela vitória conquistada por Sebastian Vettel na Malásia
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
A vitória de Sebastian Vettel e da Ferrari na Malásia também foi vista com alegria pela família de Michael Schumacher, que enviou uma mensagem de texto, parabenizando o chefe da esquadra, Maurizio Arrivabene, pela conquista. O gesto levou o dirigente às lágrimas.

Em apenas duas corridas no comando da equipe italiana, onde Schumacher obteve cinco de seus sete títulos mundiais, Arrivabene já celebrou o triunfo com Vettel e ainda superou um período de 34 corridas sem vitórias do time de Maranello na F1.

Apesar da visível emoção ao acompanhar o pódio em Sepang no último domingo (29), o chefe admitiu que só chorou mesmo depois da mensagem comovente que recebeu da família do heptacampeão. "Eu estava tentando me manter tranquilo e calmo durante todo o tempo, mas quando recebi a mensagem, isso me fez chorar", contou o italiano ao jornal 'Sport Bild'.
Chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene abraça Sebastian Vettel depois da vitória em Sepang (Foto: Getty Images)
O texto foi escrito pela assessora do ex-piloto alemão, Sabine Kehm, a pedido dos familiares de Michael, de acordo com a publicação. Aliás, segundo o próprio Arrivabene, Kehm também teve papel importante na negociação entre Vettel e a Ferrari. Foi ela que ajudou a persuadir o tetracampeão a trocar a Red Bull pela escuderia italiana.

O novo comandante da Ferrari foi anteriormente também um importante executivo da Marlboro, patrocinadora histórica da equipe vermelha, e esteve muito próximo do time durante o período em Michael defendeu as cores de Maranello e dominou o Mundial.

Atualmente, Schumacher atravessa uma fase complicada em que se recupera do grave acidente de esqui que sofreu em dezembro de 2013 e que provocou uma severa lesão cerebral. Depois de vários meses em hospitais na França e na Suíça, o ex-piloto segue a reabilitação em casa, também no país helvético. Entretanto, não há informações recentes sobre as condições de saúde do maior vencedor da história da F1.

Últimas Notícias
sábado, 18 de novembro de 2017
Endurance
Brasileiro de Turismo
F3
Motociclismo
F1
Stock Car
MotoGP
Rali
Motociclismo
World Series
Stock Car
MotoGP
Superbike
F3
Turismo
Galerias de Imagens
Facebook