F1
10/01/2017 10:51

Chefe da Williams exalta importância de pilotos pagantes na F1 atual: “Não entendo a imagem negativa”

Em uma F1 de negócios milionários, qualquer ajuda para pagar as contas é bem vinda. É nesse contexto que a Williams abre os braços para Lance Stroll, novato que chega querendo se livrar do estigma de piloto pagante
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
 
Claire Williams quer acabar com um estigma negativo que existe dentro da F1 – o de que pilotos pagantes não merecem espaço na categoria. De acordo com a dirigente, chefe da Williams, competidores com suporte financeiro viraram cruciais para o atual modelo comercial do automobilismo. Em um mundo de negócios milionários, aquele suporte extra não deveria ser visto como coisa de outro mundo, aponta Claire.
 
“Não entendo o motivo de, em um esporte que é um grande negócio, com orçamentos milionários, existir uma imagem tão negativa sobre ter um piloto que traz suporte financeiro. E não só na F1, o automobilismo como um todo é um negócio muito caro. Você não cresce sem um orçamento significativo”, disse Claire.
 
“Se pilotos não tivessem apoio financeiro, muitas equipes não conseguiriam sobreviver, e aí o esporte não sobreviveria. O modelo comercial da F1 mudou, é um esporte muito mais caro do que jamais foi”, continuou.
Claire Williams (Foto: Williams)
A própria Williams precisou convocar alguém que ajudasse a pagar as contas. Lance Stroll, campeão da F3 Europeia, tem um suporte imenso do pai, o empresário Lawrence Stroll – 722º homem mais rico do mundo, dono de uma fortuna estimada em R$ 7,7 bilhões. Apesar do título na categoria de base, muitos ficam com um pé atrás – existe a sensação de que o canadense ainda está cru.
 
Mesmo assim, Claire volta a frisar: deem uma chance para Stroll, sem se deixar levar pela imagem de piloto pagante. No fundo, qualquer piloto de ponta acaba tendo seu lado comercial.
 
“Todos os pilotos da F1 trazem considerações comerciais para os chefes de equipe. Alonso traz apoio financeiro. Não pessoal, mas ele atrai patrocinadores, Santander está lá (na McLaren) por causa dele. O mesmo vale para Jenson Button, Sergio Pérez”, ponderou.


Últimas Notícias
terça-feira, 17 de outubro de 2017
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
Seletiva BR
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook