F1
20/04/2016 13:12

Com futuro incerto, chefe da Sauber não descarta venda para Alfa Romeo como solução para crise: “Seria boa parceira”

Monisha Kaltenborn reconhece que uma negociação com a Alfa Romeo “seria uma boa” para a Sauber. A dirigente tenta manter a equipe suíça viva, apesar da ameaça constante de falência
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
A Sauber vive um ano de incertezas na F1. Sempre uma equipe de orçamento bastante limitado, sua situação se deteriorou bastante ao longo dos últimos meses. Chegou ao ponto de ter a participação no GP da China posta em xeque. A Alfa Romeo, tradicional marca que deseja retornar ao certame, surge como uma luz no fim do túnel.
 
Sem muitas opções no horizonte, não é surpresa que Monisha Kaltenborn, chefe da Sauber, considere a venda para a Alfa Romeo. Questionada pelo jornal suíço ‘Blick’, Kaltenborn foi breve: “A Alfa Romeo seria uma boa parceira para qualquer equipe”.
Monisha Kaltenborn, a chefe da Sauber (Foto: AP)
O acordo Sauber-Alfa Romeo se encaixaria como uma luva para os italianos. A marca, membra do mesmo conglomerado que a Ferrari, está recebendo um grande apoio da escuderia de Maranello. Sergio Marchionne, CEO da Fiat Chrysler Automobiles também trata de defender um retorno.
 
A relação de longa data entre Ferrari e Sauber, que remonta a década de 1990, seria a via mais fácil de acesso para a Alfa Romeo. Além disso, a compra facilitaria a negociação de dívidas da esquadra de Hinwil com a de Maranello.
 
Enquanto isso, a Sauber segue sobrevivendo como pode. A próximo prova da F1 será o GP da Rússia, marcado para 1º de maio.
PADDOCK GP #25 FALA SOBRE F1 NA CHINA, INDY, MOTOGP E F-E



Últimas Notícias
quinta-feira, 30 de março de 2017
F1
F1
Stock Car
MotoGP
F2
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook