F1
17/02/2016 17:30

Com visual repaginado, Red Bull elimina roxo e apresenta novo layout para 'temporada de reação' na F1

Ainda não é o carro novo, mas a Red Bull mostrou ao mundo na tarde desta quarta-feira (17) a nova pintura que vai estampar no RB12, carro com o qual o time tetracampeão do mundo vai tentar dar a volta por cima depois de um ano sofrível em 2015. O novo layout tem poucas mudanças de impacto, com a mais nítida delas sendo a saída do roxo que estampava a marca da Infiniti nas laterais dos carros taurinos
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré

A Red Bull está de cara nova para a temporada 2016. Aliás, nem tão nova assim. A escuderia tetracampeã do mundo, apesar de ter apenas 11 temporadas em sua história e uma imagem associada à juventude, costuma mexer pouco no layout dos seus carros. E não será assim também neste ano. Em evento realizado em Londres nesta quarta-feira (17), o time de Milton Keynes exibiu a nova pintura com a qual vai estampar o novo RB12 — carro que só vai ser apresentado ao mundo na próxima segunda-feira, na abertura dos testes de pré-temporada em Barcelona.
 
A mudança mais evidente na nova pintura da Red Bull está em suas laterais, com a saída da cor roxa e também do logo da Infiniti, sua antiga patrocinadora que agora estampa sua marca no carro da Renault. Desta forma, a nova lateral do carro taurino tem um quê de Toro Rosso, com a exibição da marca da própria Red Bull no espaço.

O GRANDE PRÊMIO nas redes sociais
 /sitegp    Resultado de imagem para logo twitter vector /grandepremio    Resultado de imagem para logo instagram vector /grandepremio    Resultado de imagem para logo youtube vetor /sitegp 
Eis o novo layout do carro da Red Bull para 2016 (Foto: Ian Parkes/Twitter)
Mas se a Red Bull perdeu a Infiniti, fruto da briga forte com a Renault no ano passado, ao menos ganhou em seu carro uma marca com muita tradição no esporte. A TAG Heuer, que deixou a McLaren para ser a nova patrocinadora da escuderia de propriedade de Dietrich Mateschitz e chefiada por Christian Horner, tem seu logo na parte inferior da tampa do motor. A TAG Heuer, aliás, é quem batiza o motor Renault que a Red Bull vai usar nesta temporada.

Ao falar sobre a nova pintura, o chefe da Red Bull entende que o visual significa novos tempos para a equipe. “É um novo começo para nós. Decidimos apostar por algo inovador e agressivo. O layout evoluiu ao longo do tempo e agora, com uma folha de papel em branco, pudemos ser um pouco mais agressivos. Parece bom, e as coisas que tendem a ser boas vão bem”, afirmou Horner durante o evento desta tarde em Londres.
 
O fato é que 2016 começa com a Red Bull em busca de reação depois de uma temporada sofrível, muito por conta da falta de confiabilidade e potência do motor Renault. Dominante no esporte no começo da década, a equipe dos energéticos passou o ano passado inteiro sem vitórias, algo que não acontecia desde 2008, quando os taurinos eram apenas um time mediano e promissor no grid. 
Nova pintura da Red Bull para 2016 (Foto: Divulgação)
Com Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat, um chassi equilibrado e um motor que, segundo diz a Renault, deve ser melhor — até porque vai ser difícil ser pior —, a expectativa da Red Bull é de viver dias melhores em 2016. Não tão bons quanto os ‘anos de ouro’ entre 2010 e 2013, mas algo mais alentador do que as sucessivas quebras e os míseros três pódios logrados no ano passado.






Últimas Notícias
segunda-feira, 20 de novembro de 2017
MotoGP
Endurance
F-E
F1
MotoGP
Nascar
MotoGP
F3
F1
F1
Stock Car
domingo, 19 de novembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Marcas
Galerias de Imagens
Facebook