F1
06/04/2017 08:17

Consultor da Red Bull debocha e se diz “muito grato” por Ron Dennis ter vetado acordo com Honda em 2015

Consultor da Red Bull, Helmut Marko revelou que sente muita gratidão por Ron Dennis. E isso se deve ao fato de que o ex-chefão da McLaren vetou qualquer chance de acordo entre a Honda e a equipe austríaca em 2015
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 

Por mais louco que possa parecer, a Red Bull guarda enorme gratidão por Ron Dennis, o ex-chefão da McLaren. Acontece que o inglês foi o responsável por negar à equipe austríaca a possibilidade de contar com motores Honda na F1.
 
Em 2015, a esquadra das bebidas energéticas entrou em choque com a Renault, devido à falta de potência e confiabilidade das unidades francesas. Os desentendimentos foram tão intensos que os tetracampeões quase chegaram a romper relações e, na procura por uma alternativa, a Honda foi sondada, mas Dennis vetou qualquer acordo da fabricante nipônica com outro time.
 
Agora, dada as dificuldades pelas quais a McLaren atravessa por conta da pouca competitividade das unidades de potência japoneses, Helmut Marko se disse aliviado pela negociação não ter seguido adiante. "Tenho de dizer, pela primeira vez, que estou muito grato por Ron Dennis ter vetado as nossas tentativas de acordo com a Honda. Caso contrário, poderíamos ter os motores Honda", afirmou o consultor da Red Bull em entrevista ao site alemão 'Motorsport-total.com'.
 
"O fato de a Honda estar demorando tanto para melhorar é surpreendente. E eu nunca teria aceitado isso", completou.
Helmut Marko no box da Red Bull (Foto: Getty Images)

A verdade é que a Red Bull, depois de ver a recusa de Mercedes e Ferrari, teve mesmo de voltar atrás e seguir com a Renault, mas a unidade foi batizada de Tag Heuer no ano passado, tendo a Ilmor como preparadora. Nesta temporada, entretanto, o time usa os mesmos motores da esquadra de fábrica. Ainda assim, Marko acredita que há uma lacuna a ser preenchida para que a escuderia consiga brigar em pé de igualdade com as duas rivais.
 
"Infelizmente, somos o número 3 em diversas áreas, o que torna tudo muito difícil. O pacote da Mercedes é simplesmente superior e a Ferrari só os alcança em corrida. A Mercedes é meio segundo mais veloz, ainda que Niki Lauda fale em 0s3", disse o austríaco, acrescentando que o fim das fichas de desenvolvimento foram "uma benção" para as montadoras.
 
"Caso contrário, a Mercedes jamais teria sido alcançada. Se o sistema de fichas estivesse em virgo ainda, eles continuariam muito à frente com seus recursos técnicos e financeiros", concluiu.

O GP da China, o segundo do campeonato, acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades em Xangai AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP



Últimas Notícias
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Turismo
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
F1
F1
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook