F1
20/12/2016 12:03

Contratado depois de ter banimento suspenso, diretor-técnico Symonds deixa Williams após três anos

Pat Symonds, diretor-técnico da Williams desde 2013, está fora da equipe de Grove e deixa os preparativos para o carro feito para a nova regulamentação técnica de 2017. Symonds trabalhou na Toleman, Benetton e Renault, e chegou a ser banido da F1 por conta do 'Crashgate' do GP de Cingapura de 2008
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro
 

Pat Symonds, que estava intrinsecamente envolvido no desenvolvimento do novo carro da Williams com as novas regras para a temporada 2017, está fora da equipe de Grove. O cargo de diretor-técnico da Williams vem sendo especulado como nas mãos de Paddy Lowe, que ocupou o mesmo papel na Mercedes nos últimos anos, mas não se esperava que Symonds deixasse a equipe com efeito imediato.
 
A informação foi dada pela revista inglesa 'Autosport'. Symonds tem 63 anos de idade e já se falava numa aposentadoria ao final de 2017 após um ano de transição com ele e Lowe trabalhando juntos sob o comando da chefe-adjunta Claire Williams. 

Nas últimas semanas, Symonds aparecia altamente envolvido, falando inclusive dos pilotos. Garantiu que manter Valtteri Bottas é crucial para o projeto em 2017, assim como afirmou que Lance Stroll é um talento de verdade.
Pat Symonds está fora da Williams (Foto: Getty Images)
O veterano engenheiro chegou à Williams em 2013 após quatro anos de afastamento. Na realidade, Symonds foi banido permanentemente em 2009 por conta do escândalo do 'crashgate' do GP de Cingapura de 2008, quando ele e o então chefe da Renault, Flavio Briatore, ordenaram que Nelsinho Piquet batesse de propósito para dar a vitória a Fernando Alonso. O banimento, ao menos para Symonds, terminou sendo retirado.
 
Em sua carreira na F1, Symonds trabalhou com a Toleman, Benneton e Renault, permanecendo no que era a mesma base de equipe por duas compras diferentes. Foi engenheiro de corridas de Michael Schumacher na Benetton, depois sendo promovido a diretor-executivo de engenharia na Renault - por onde viu mais dois títulos, em 2005 e 2006.


Últimas Notícias
quarta-feira, 16 de agosto de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
Stock Car
Stock Car
Indy
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook