F1
14/04/2017 10:20

Diretor da McLaren confirma que Button não vai testar MCL32 antes de substituir Alonso no GP de Mônaco

Diretor da McLaren, Éric Boullier confirmou que Jenson Button não vai assumir o comando do MCL32 antes de ocupar o lugar de Fernando Alonso no GP de Mônaco. Britânico vai apenas praticar no simulador
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Jenson Button não vai guiar o carro da McLaren antes de assumir o posto de Fernando Alonso no GP do Bahrein. A escuderia de Woking confirmou nesta sexta-feira (14) que o britânico será o substituto do asturiano, que não estará em Monte Carlo por conta de sua participação nas 500 Milhas de Indianápolis.
 
Falando à imprensa em Sakhir, Éric Boullier, diretor de corridas da McLaren, contou que decidiu, junto com Button, limitar a preparação ao trabalho de simulador.
Jenson Button vai se preparar no simulador para guiar em Mônaco (Foto: McLaren)

“É muito simples. Nós discutimos isso juntos profundamente e Jenson, obviamente, passou 17 anos correndo na F1, então ele realmente guiou com o tipo de nível de downforce que temos hoje”, disse Boullier. “Passando pelas diferenças técnicas de guiar esse carro, nós concordamos que o layout da pista aqui ou até mesmo rodar nos treinos em Barcelona não vai ser muito útil”, seguiu.
 
“Ele está em forma, está pronto e ter Oliver Turvey na próxima semana é parte do ajuste de correlação com o simulador”, explicou. “Nosso simulador no MTC é muito preciso agora, e nós dois acreditamos que é melhor que ele passe alguns dias no simulador guiando esse modelo de carro diretamente em Mônaco”, falou.
 
Ainda, Boullier reconheceu que a McLaren tinha planos alternativos caso Button não aceitasse ou não pudesse assumir o posto de Alonso em Mônaco, mas revelou que Jenson aceitou logo de cara.
 
“Começou na semana passada com algumas mensagens de teste e aí nos falamos e durou acho que cerca de dois minutos. Foi uma discussão muito curta e muito fácil”, revelou. “Eu liguei para ele, nós discutimos e a primeira reação dele foi: ‘Ótimo, estou muito empolgado!’. Foi uma discussão fácil para ser honesto, muito direta. Ele era a opção, tinha um contrato conosco de qualquer forma, mas você podia sentir que a empolgação dele no telefone era real e eu estou feliz por ele fazer parte desta aventura”, continuou.
 
Apesar de Zak Brown, diretor-executivo da McLaren, ter dito na quarta-feira que a equipe estava considerando algumas opções, Boullier garantiu que Button sempre foi a primeira opção do time.
 
“Acho que pelo tempo da discussão ou por causa do momento em que ele deu a coletiva de imprensa sobre a Indy, eu estava vendo meus próprios cenários por trás, mas Jenson era a escolha desde o primeiro dia”, assegurou. “Também é minha responsabilidade cobrir os ‘se’ — se ele estivesse comprometido com algo, se estiver doente — qualquer coisa poderia impedi-lo de guiar em Mônaco. Então esse foi o significado das palavras de Zak”, concluiu.
 
O GP do Bahrein, o terceiro do ano, acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades em Sakhir AO VIVO e em TEMPO REAL.


 
PADDOCK GP #73 DISCUTE F1, MOTOGP E INDY E FAZ PRÉVIA DO GP DO BAHREIN



Últimas Notícias
quarta-feira, 16 de agosto de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
Stock Car
Stock Car
Indy
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook