F1
10/08/2017 08:13

Diretor revela que Honda enfim atingiu desempenho que deveria ter apresentado na pré-temporada da F1

Yusuke Hasegawa, o diretor da Honda na F1, revelou que a fabricante, enfim, atingiu o nível de desempenho que deveria ter mostrado ainda na pré-temporada, em Barcelona. Mesmo reconhecendo que a performance chegou tarde, o dirigente disse que a montadora está orgulhosa do trabalho feito com relação ao desenvolvimento
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

Diretor da Honda na F1, Yusuke Hasegawa revelou que a fabricante japonesa finalmente alcançou o nível de desempenho que esperava ter na pré-temporada, disputada em Barcelona, entre fevereiro e março deste ano. Depois de um início de ano bastante complicado e marcada por uma crônica falta de potência e confiabilidade, a McLaren agora vive uma evolução em sua performance e acabou fechando a primeira parte do campeonato com um bom resultado na Hungria, onde colocou seus dois carros no top-10, sendo Fernando Alonso o sexto e Stoffel Vandoorne o décimo.
 
Uma segunda prova da melhora da Honda é que, recentemente, o mesmo Hasegawa afirmou que a meta para a metade final da temporada é não só alcançar a Renault, como superar a marca francesa. A montadora nipônica planeja ainda introduzir uma nova versão de seu motor "muito em breve". 
 
"É difícil para mim dizer que é gratificante", afirmou Hasegawa em entrevista à revista norte-americana 'Racer'. "Acho que talvez o nível de rendimento que temos agora é o que deveríamos ter tido durante a pré-temporada em Barcelona. Então, eu penso que 'enfim, alcançamos esse desempenho'", completou.
Fernando Alonso foi o sexto no GP da Hungria com a ajuda do motor revisado da Honda (Foto: Beto Issa)

Ainda assim, o dirigente se disse orgulhoso do avanço feito pela Honda nos últimos meses. "Na verdade, esse desenvolvimento nos tomou cinco meses. Do ponto de vista técnico, até podemos ficar orgulhosos do nosso trabalho. No entanto, no que diz respeito ao momento do campeonato, já é muito tarde. Por isso, estou meio aliviado e meio decepcionando. A decepção veio por não termos conseguido atingir esse desenvolvimento antes", explicou.
 
Durante a etapa do Canadá, a McLaren deixou claro que estava feliz com a parceria e o comprometimento da Honda, mas que precisa ver um progresso mais real por parte da fabricante, especialmente para que fosse possível dar continuidade ao convívio com a marca. Questionado se a recente melhora também ajudou a trazer um pouco de paz às garagens inglesas, Hasegawa respondeu: "Sim, claro. Eles sempre querem ver o desenvolvimento."
 
"Por fim, o dirigente minimizou as incertezas quanto ao futuro da parceria com a equipe britânica, mas afirmou que a Honda não precisa de garantias enquanto os dois lados estiverem trabalhando de maneira estreita. "Na verdade, estamos frequentemente falando com eles, então não precisamos de reuniões especiais", assegurou.
SE A RENAULT NÃO COLOCAR KUBICA DE VOLTA NA F1, ALGUÉM VAI COLOCAR

Últimas Notícias
sexta-feira, 22 de setembro de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Stock Car
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook