F1
27/10/2014 10:38

Em crise financeira, Marussia passa comando para administradores legais e confirma ausência no GP dos EUA

A Marussia tomou o mesmo caminho da Caterham e solicitou a intervenção legal. A consultoria FRP assumiu o comando da equipe anglo-russa e confirmou que o time está fora da etapa dos EUA, em Austin, neste fim de semana
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
A Marussia não vai mesmo competir no GP dos EUA, em Austin, prova marcada para este fim de semana. A equipe anglo-russa anunciou nesta segunda-feira (27) que também passou o comando do time para administradores legais. A esquadra atravessa uma grave crise financeira, e a consultoria FRP foi nomeada para chefiar a Manor, o time que opera a Marussia na F1.

Com a falta de financiamento disponível para justificar a permanência da equipe na disputa, os novos administradores decidiram pela ausência da escuderia na prova norte-americana.
Marussia está agora sob administração legal (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
OPINIÃO GP
Com casos de Caterham e Marussia, F1 pede reformulação urgente
   
FORCE INDIA 2?
Irmãos de origem indiana tentam comprar Marussia por R$ 219 milhões
   
Geoff Rowley, agora indicado como administrador-adjunto da Marussia, afirmou o trabalho se concentra na procura por novos investidores. "Como o acionista não possui condições de fornecer o nível financeiro necessário, a administração agora tem trabalhado incansavelmente para trazer novos investimentos para a equipe e garantir seu futuro em longo prazo", disse.

"Porém, infelizmente, não temos o tempo disponível para fazer tudo o que agora é necessário. Portanto, eles ficaram sem alternativa e tiveram de pedir a intervenção", completou o britânico.

Em nota, a FRP também assegurou que a Marussia vai continuar funcionando ao mesmo tempo em que tenta se reorganizar financeiramente. "Após Austin, ainda existem mais duas etapas para o fim do campeonato 2014, no Brasil e em Abu Dhabi. A participação da equipe vai depender do resultado do processo de administração. Não há pendências e todos os funcionários foram pagos integralmente até o final de outubro. A posição do pessoal também depende dos novos investimentos. E continuamos muito focados em continuar ouvindo as partes interessadas", disse a nota.

Com a Caterham também sob administração legal e fora da corrida nos EUA, o grid de largada no Texas terá apenas 18 carros. Este é o menor número de carros em um GP desde 2005, em Mônaco, depois que a BAR foi suspensa devido a uma infração relativa ao tanque de combustível.
BOLÃO GRANDE PRÊMIO EUROBIKE DÁ VIAGEM À ALEMANHA

Participe do bolão da F1 GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: dê seus palpites para o GP dos EUA deste fim de semana. É grátis, e você pode ganhar uma viagem com acompanhante para a terra de Michael Schumacher e Sebastian Vettel. 

Será que Lewis Hamilton vai manter a sequência vencedora e abrir mais vantagem ou Nico Rosberg começa a reação no campeonato em Austin? E Felipe Massa, vai ao pódio?
 Não perca tempo e aposte já.

Últimas Notícias
domingo, 26 de março de 2017
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Outras
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook