F1
17/07/2015 11:36

Ferrari fecha acordo com Williams para ter Bottas na temporada 2016 da F1, revela jornal italiano

De acordo com reportagem do jornal italiano 'Corriere dello Sport', a Ferrari entrou em acordo com a Williams e vai levar Valtteri Bottas para Maranello na temporada 2016 da F1. O negócio de € 12 milhões (ou cerca de R$ 41 milhões) deve ser anunciado em agosto
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
A Ferrari fechou acordo com a Williams para levar Valtteri Bottas para Maranello em 2016. A informação está em uma reportagem do jornal italiano 'Corriere dello Sport' nesta sexta-feira (17). De acordo com a publicação, a equipe italiana vai pagar € 12 milhões (ou cerca de R$ 41 milhões) à esquadra inglesa para ter o finlandês na próxima temporada no lugar de Kimi Räikkönen e ao lado do tetracampeão Sebastian Vettel.

O futuro de Räikkönen, campeão do mundo em 2007, tem sido alvo de especulações praticamente desde o início do ano, especialmente diante da diferença de performance para o companheiro Vettel. Neste momento do campeonato, com nove provas disputadas, o alemão, que já venceu na Malásia, possui 135 pontos, contra 76 de Kimi. E a cobrança é pública por parte da cúpula ferrarista.
Valtteri Bottas vai trocar o azul e branco da Williams pelo vermelho Ferrari? (Foto: AP)
Bottas, por sua vez, sempre foi considerado o candidato número 1 da Ferrari para substituir o compatriota. Também segundo a matéria do diário italiano, o negócio permite que a Williams libere o jovem piloto da opção contratual que teria para a renovação. O jornal ainda relata que a Ferrari tem até 31 de julho para exercer ou não a própria cláusula de um novo acordo com Räikkönen. Portanto, nenhum anúncio será feito antes desse prazo.

Räikkönen, que vai completar 36 anos no próximo mês de outubro, deve mesmo deixar a F1 se o acordo com Bottas realmente se confirmar. Diversas vezes, desde que retornou ao time vermelho no ano passado, o nórdico deixou claro que a tradicional esquadra seria sua última no Mundial.

Já o finlandês de 25 anos está prestes a dar um grande passo na carreira. Valtteri, que possui vínculo com a Williams desde 2010, vem impressionando desde sua estreia como titular na F1, em 2013. Até o momento, o piloto tem sete pódios. E, nesta temporada, ocupa a quarta colocação no Mundial, com 77 pontos.

Na Williams, a situação é a seguinte: Felipe Massa também possui uma opção de renovação para 2016 e é muito provável que a equipe a exerça. Quanto ao segundo cockpit, caso Bottas realmente saia, os rumores apontam ex-pilotos do time como favoritos à vaga, incluindo Jenson Button, Nico Hülkenberg e Felipe Nasr.

O empresário de Bottas, Didier Coton, preferiu a cautela sobre o assunto e admitiu que a temporada de boatos da F1 segue quente. Em sua conta no Twitter, escreveu agora pela manhã: "Cara, que manhã! A onda de calor atingiu vários países, especialmente a Itália. Vamos ligar o ar condicionado e manter a calma", falou. Nesta semana, Massa também falou sobre os rumores envolvendo seu companheiro de Williams e disse que Bottas é o nome mais importante do mercado de pilotos. Na visão do brasileiro, a partir de um eventual movimento do finlandês, outras vagas começaram a ser preenchidas.
Últimas Notícias
segunda-feira, 27 de março de 2017
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
Nascar
MotoGP
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook