F1
10/11/2016 15:56

Ferrari surpreende e decide apelar contra punição de 10s e perda de pódio de Vettel no GP do México

A Ferrari acredita que “novos elementos” relacionados ao incidente entre Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo no GP do México são suficientes para rever a punição aplicada ao alemão. Vettel perdeu 10s e um pódio por bloquear a trajetória de Ricciardo
Warm Up, de Interlagos
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
Demorou um pouco, mas a Ferrari vai tentar reverter a perda de pódio de Sebastian Vettel, consequência de uma punição aplicada após o GP do México de duas semanas atrás. O alemão perdeu 10 segundos por mudar de trajetória durante freada para bloquear Daniel Ricciardo em manobra recém-proibida pela FIA. Punido, terminou em quinto.
 
A equipe italiana, irritada com a decisão dos comissários, vai apelar da decisão da entidade, acreditando que o novo código de conduta desportiva precisa ser esclarecido. O comunicado da Ferrari também argumenta que “novos elementos” surgiram na investigação do ocorrido. Assim, os italianos acreditam que a FIA precisa reavaliar a punição aplicada sobre Vettel. Os elementos em questão não foram especificados.
Vettel foi punido por manobrar contra Ricciardo no fim do GP do México (Foto: Reprodução/TV)
“Esta é a primeira aplicação do artigo 27.5 do Regulamento Esportivo da F1, sendo interpretada com base nas anotações do diretor de prova a respeito de “manobras defensivas” e em efeito desde o GP dos Estados Unidos em 2016”, disse o comunicado da Ferrari.
 
“A Scuderia Ferrari considera que o número de novos elementos que surgiram tornam a decisão digna de revisão, tendo como base o artigo 14.1 do Código Esportivo Internacional”, continuou.
 
Caso Vettel seja considerado inocente, o alemão recupera o terceiro lugar no pódio, hoje em posse de Daniel Ricciardo. A mudança no resultado da corrida não muda a classificação do campeonato.

Últimas Notícias
segunda-feira, 24 de julho de 2017
Indy
F-E
Superbike
F-E
F1
F1
F1
Stock Car
Nascar
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook