F1
14/03/2017 10:07

FIA revela detalhes dos novos procedimentos para largada parada em condições de chuva em 2017 na F1

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) mudou as regras para os procedimentos de largada parada com chuva e agora revelou mais alguns detalhes do regulamento nessas circunstâncias. A ideia é evitar partida com safety-car
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 

O Conselho Mundial do Esporte a Motor da FIA acrescentou mais alguns detalhes com relação aos procedimentos de largada parada em condições de chuva na F1 para a temporada 2017. 
 
Anteriormente, a norma falava que, se as condições no início de um GP forem consideradas muito difíceis para uma largada convencional, a corrida tinha de começar com o auxílio do safety-car. E uma vez que a pista se mostrasse segura novamente, o carro de segurança deixava o pelotão, autorizando o início da etapa.
 
Agora, de acordo com as novas regras, os carros ainda vão permanecer atrás do safety-car, mesmo com os pneus de chuva. E o primeiro giro vai se tornar uma volta de apresentação adicional e não vai mais contar para a distância de corrida. E qualquer piloto que tenha se atrasado na formação original, poderá ultrapassar os demais carros para voltar à posição de início. Se isso não for possível por conta do tempo, então o piloto vai largar do pit-lane. 
 
Ainda, o piloto que tiver de largar dos boxes também terá o direito de circular atrás do carro de segurança como forma de analisar as condições do asfalto. Porém, ele não é obrigado a andar na pista e pode apenas esperar no pit-lane, também como maneira de poupar combustível, até o momento do início da corrida. Mas aí, quando a prova tiver o início autorizado, ele vai precisar alinhar e partir do fim do pit-lane.
Hamilton, Rosberg e Räikkönen após a largada do GP do Brasil (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Tem mais: qualquer piloto que decida parar nos boxes durante o período de safety-car inicial, terá também de largar dos pits. Não será permitido que os demais pilotos sigam o carro de segurança quando este entrar nos boxes e também será proibido a troca de pneus para a largada. Se o fizerem, serão punidos com um stop & go de dez segundos. 
 
Uma vez que a direção de prova opte por autorizar o início da corrida, o safety-car vai deixar a pista. Os carros, então, vão alinhar no grid. Mas se as condições não melhorarem a esse ponto, a direção de prova pode optar por chamar os carros para o pit-lane, como aconteceu no GP do Brasil, por exemplo. No entanto, como a corrida não ainda não terá começado oficialmente, não será contada como uma suspensão. 
 
Contudo, nestas circunstâncias, não haverá uma segunda tentativa de partir do grid. Ao invés da largada parada, a corrida terá início sob as regras tradicionais do safety-car.
 
PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA


Últimas Notícias
sexta-feira, 26 de maio de 2017
F2
F1
MotoGP
Superbike
MotoGP
F1
F1
F1
Indy
quinta-feira, 25 de maio de 2017
Indy
MotoGP
Indy
Outras
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook