F1
13/09/2017 06:07

Focado em ser campeão, Ricciardo pede “grande passo à Red Bull” para seguir além da temporada 2018

Daniel Ricciardo quer repetir os passos de Sebastian Vettel e ser campeão do mundo com a Red Bull. Mas o australiano já não descarta mudar de ares após o término do seu contrato, previsto para o fim da próxima temporada caso não tenha chances reais de lutar pelo título: “Precisamos dar um grande passo em relação ao que fizemos neste ano para me convencer de que posso vencer com eles”
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

Ao lado de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo desponta como um dos maiores destaques da temporada 2017, que se encaminha para a reta final. Mas diferente dos grandes rivais na luta pelo título, o australiano não tem um carro à altura para se colocar como real postulante à taça do Mundial. Assim, Ricciardo vive um sentimento de frustração e já considera mudar de ares ao fim do ano que vem, quando vai se encerrar seu contrato com a Red Bull. Focado em ser campeão do mundo, o sorridente piloto quer fazer história com a equipe taurina, mas não descarta buscar novos rumos na carreira após 2018. Tudo para realizar seu grande sonho no esporte.
 
Em entrevista publicada pelo site norte-americano ‘Motorsport.com’, Daniel revelou estar chateado pela falta de capacidade da Red Bull em lhe entregar um carro capaz de lutar frequentemente por vitórias. O único triunfo conquistado por Ricciardo em 2017 aconteceu no insano GP do Azerbaijão, marcado por uma série de acontecimentos improváveis. O piloto deixa claro que quer brigar por vitórias e títulos em condições reais.
KUBICA TEM WILLIAMS COMO GRANDE CHANCE PARA VOLTAR À F1 EM 2018. E PODE 'SOBRAR MUITO' PARA MASSA
Quanto à aspiração máxima de buscar o título mundial, Ricciardo é claro. “Passei por essa fase de impaciência, com certeza, e ainda estou diante disso, já que não quero deixar a F1 sem um título. Ao menos agora, ainda acredito que posso conquistar isso, em absoluto. Estou buscando por isso, cedo ou tarde”, comentou o piloto, sem esconder sua frustração.
“Pensei que estaríamos em ótima condição neste ano, mas não foi assim. Nós ainda conseguimos marcar pódios, mas não estivemos de forma realista na luta pelo título, então acho que isso precisa acontecer no ano que vem, ao menos no meu ponto de vista”, afirmou.
 
Ciente da duração do seu contrato com a Red Bull, Ricciardo avisa. “Acho que no ano que vem nós precisamos dar um grande passo em relação ao que fizemos neste ano para me convencer de que eu posso vencer com eles”
Daniel Ricciardo não descarta deixar a Red Bull ao fim do ano que vem (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Se eu quero vencer com eles? Absolutamente. Acho que isso também completaria a história. Seb conseguiu completar, ele é o único cara. Então, meu coração adoraria. Mas vamos ver. Quero uma chance em que eu consiga vencer semana sim, semana não, enquanto acredito que ainda estou no auge”, salientou.
 
No entanto, Ricciardo entende que vai ser um desafio se tiver de deixar a Red Bull. Da mesma forma como aconteceu com Sebastian Vettel, o australiano tem boa parte da sua carreira vinculada à empresa dos energéticos, que foi fundamental para alçá-lo ao grid da F1. Hoje, Daniel é um dos pilotos mais carismáticos e competentes do grid. Mas o australiano também pondera que é real a chance de deixar a estrutura de Milton Keynes ao fim de 2018.
Como Vettel, Ricciardo quer fazer história na Red Bull com título da F1 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Vamos dizer que tenho decisões a tomar uma vez que meu contrato com a Red Bull termine. É a primeira vez na minha carreira profissional que vou ter o ‘passe livre’, algo que jamais tive antes. Estive com a Red Bull desde o começo, e desde então tudo tem sido incrível. Mas também cabe a eles decidir se querem continuar, e então creio que vai ser a melhor decisão “, disse.
 

“O próximo contrato que eu assinar, seja uma renovação ou um outro contrato, é improvável que seja por apenas um ano, provavelmente vai ser para três. Então isso vai ser uma grande parte do próximo passo da minha carreira”, acrescentou.
 
“Certamente, isso é algo que eu vou pensar muito. Mas, no fim das contas, quero estar em algum lugar onde tenha uma boa chance de ser bem-sucedido e vencer, mas este é um ambiente que eu também quero curtir. Grande parte do meu sucesso é que eu tenho me divertido neste esporte. Sinto que nem todo mundo se diverte muito quanto deveriam, então isso é importante para mim”, finalizou Ricciardo.

Últimas Notícias
quinta-feira, 23 de novembro de 2017
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook