F1
11/08/2014 11:53

Funcionário de empresa de resgate aéreo suspeito de furtar prontuário de Schumacher era alemão, diz jornal

De acordo com a edição de domingo do jornal alemão ‘Schweiz’, o suspeito de ter furtado o prontuário médico de Michael Schumacher era alemão. Na semana passada, polícia de Zurique confirmou que o homem foi encontrado morto dentro de cela
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
De acordo com a edição de domingo do jornal ‘Schweiz’, o homem suspeito de furtar o prontuário médico de Michael Schumacher era alemão. Na semana passada, a polícia de Zurique, na Suíça, confirmou que o suspeito foi encontrado morto na cela onde estava detido.
 
Segundo a publicação, o homem detido era chefe da administração da empresa de resgate aéreo que fez o transporte de Schumacher do Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França, para a Lausanne, na Suíça, onde o ex-piloto segue em tratamento intensivo.
Michael Schumacher segue internado quase 8 meses após acidente nos Alpes (Foto: Getty Images)
Ainda de acordo com o periódico germânico, o homem tinha 54 anos e vivia com a namorada na Suíça. Um amigo do suspeito, que contou ter saído para velejar com ele apenas seis semanas antes da prisão, disse ao jornal que o homem detido “nunca falou sobre problemas financeiros”.
 
“Ele estava como sempre foi. Eu jamais imaginaria que ele fosse capaz de algo assim”, completou.
 
Poucos dias após Schumacher ser transferido para o centro de reabilitação suíço, a porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, divulgou uma nota revelando a tentativa de venda do prontuário para jornais da Alemanha e da Inglaterra. Michael está internado desde dezembro passado, quando sofreu um acidente enquanto esquiava na estação de Méribel, nos Alpes Franceses.

Últimas Notícias
domingo, 10 de dezembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Brasileiro de Turismo
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Stock Car
F1
F1
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook