F1
19/03/2017 14:18

Grosjean vê novos carros da F1 muito mais difíceis de pilotar e diz: “Sem treino extra, estaria destruído”

Com um novo regulamento para a temporada 2017 da F1, os carros serão mais velozes nas pistas. Romain Grosjean, então, reconheceu que os exercícios extras que realizou durante as férias de inverno ajudaram a aguentar a carga extra durante os treinos pré-temporada, em Barcelona
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
A preparação para a temporada 2017 da F1 vai exigir muito mais dos pilotos do grid. Romain Grosjean revelou que uma dose extra de exercícios físicos durante as férias de inverno foram fundamentais para aguentar a velocidade extra do carro durante os testes pré-temporada, em Barcelona.
 
Para este campeonato, o regulamento técnico sofreu grandes mudanças. Com alterações na aerodinâmica e na largura dos pneus, os carros agora atingem maiores velocidades na pista.
 
O francês, então, afirmou que a carga a mais de atividades físicas foi fundamental para aguentar as exigências do novo bólido. “Vamos colocar desta maneira: se eu estivesse nas mesmas condições do ano passado, eu estaria destruído”, reconheceu.
Romain Grosjean (Foto: Haas)
“Nós pegamos pesado nos treinos, até podemos ter exagerado um pouco. Mas não foi tão ruim quanto imaginei que seria. Os carros serão bastante desafiadores e algumas das corridas desse ano serão épicas, especialmente em climas quentes e com traçados de alta velocidade, será exigente para o corpo”, explicou.
 
“Eu gosto do desafio e gosto de pensar que nós sempre conseguimos ficar mais preparados e melhor treinados. Os carros estão muito mais difíceis de pilotar do que no ano passado”, continuou.
 
A Haas entrou para o grid da F1 no ano passado. Com um começo de temporada forte, pontuou nas quatro primeiras etapas, e depois começou a ver o desempenho cair ao longo do campeonato.
 
Grosjean afirmou que, para este ano, espera o completo oposto da temporada de estreia da equipe. “Acredito que neste ano na verdade será o oposto. Vejo que, em 2017, se você puder escolher, vai querer começar a temporada devagar e terminar bem, não o contrário”, disse.
 
“O motivo é que os carros de 2018 serão muito semelhantes ao desse ano, então, se você terminar em alta, significa que entendeu o regulamento e está tudo indo bem. Queremos manter um bom nível de desenvolvimento e ir melhorando corrida a corrida” encerrou.
 
PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES


Últimas Notícias
domingo, 19 de março de 2017
F1
F-Truck
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Endurance
sábado, 18 de março de 2017
Nascar
Porsche GT3 Cup
F-Truck
F3
Porsche GT3 Cup
Nascar
Galerias de Imagens
Facebook