F1
16/04/2017 14:19

Hamilton admite culpa por punição, fala em “dolorosa perda de pontos” e brinca: “Estou ficando velho”

Lewis Hamilton chegou perto de Sebastian Vettel depois de longa perseguição no GP do Bahrein deste domingo (16). Não chegou em tempo, e agora está sete pontos atrás do rival na luta pelo Mundial. Lewis proporcionou uma boa corrida, mas não o bastante para vencer
Warm Up
NATHÁLIA DE VIVO, de São Paulo

Lewis Hamilton brigou o máximo que pôde. O GP do Bahrein deste domingo (16) se provou uma corrida bastante divertida na noite barenita. Depois de ficar para trás de Sebastian Vettel na largada e ainda mais para trás nas voltas seguintes, Hamilton precisava tirar um coelho da cartola - e tirou. Brigou até os últimos metros, mas não conseguiu superar o grande rival na luta pelo título que o mundo inteiro esperava há algum tempo. Lewis terminou em segundo, mesma posição que ocupa no Mundial.
 
Ao largar em segundo, o britânico poderia dar o bote logo de cara, mas foi completamente diferente. O titular da Mercedes ficou para trás de Vettel e pressionado por Max Verstappen. A estratégia ferrarista fez o alemão da equipe italiana parar nos boxes para a troca pneus, enquanto Hamilton ficou na pista e teve sorte: um acidente entre Carlos Sainz e Lance Stroll forçou um safety-car. Ele foi aos boxes, mas, atrás de Valtteri Bottas, precisou esperar. Retardando a entrada de Daniel Ricciardo no pit-lane acabou punido.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Ganhou uma força da Mercedes, que, ao perceber que seu ritmo de pneus macios era melhor que o de Bottas em supermacios, quis trocar. Hamilton ficou na frente, mas sabia que tinha 5s de punição. Os pneus desgastaram, e a Mercedes desistiu e ir ao fim da corrida. Pôs novo jogo de macios e começou a caça. Passou Bottas, que novamente não ofereceu resistência, e chegou perto de Vettel. Não deu para passar. Hamilton fica sete pontos atrás na classificação do campeonato.

O tricampeão parabenizou o adversário alemão pela conquista e se desculpou com a Mercedes pela punição pelo erro no pitlane. “Parabéns para Sebastian. O problema no pitlane foi minha culpa e peço desculpas para a equipe”, disse.
 
“Eu dei tudo o que podia, mas a Ferrari fez um grande trabalho hoje. Vamos continuar a luta e vamos trabalhar duro. Perder pontos para o time é doloroso, mas é assim que é. Estou ficando velho”, encerrou.
 
PADDOCK GP #73 DISCUTE F1, MOTOGP E INDY E FAZ PRÉVIA DO GP DO BAHREIN


Últimas Notícias
sexta-feira, 23 de junho de 2017
Indy
F2
Indy
Indy
Indy
F1
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Indy
F1
Galerias de Imagens
Facebook